Mundo Operário

MERENDEIRAS

Paguem os salários das merendeiras de Marília já!

Após 7 dias de atraso no salário as merendeiras de Marília indicam greve para esse dia 15/03, ao mesmo tempo em que milhares de trabalhadores de todo país irão às ruas contra a Reforma da Previdência e os ataques de Temer.

quarta-feira 15 de março de 2017| Edição do dia

Após 7 dias de atraso nos salários, as Merendeiras de Marília também irão paralisar nesse dia 15/03. Mais uma vez a empresa Soluções Terceirizadas e a prefeitura de Marília atacam a qualidade da educação pública não pagando os salários das trabalhadoras terceirizadas. Vale lembrar que em outubro do ano passado houve um absurdo atraso de 13 dias nos salários que só foi resolvido após uma importante greve da categoria. Em novembro novo atraso que também só foi pago quando as merendeiras indicaram nova greve. Essa é a realidade da educação no estado de São Paulo: trabalhador sem salário, 900 salas de aulas fechadas, professores desempregados e grandes cortes de verba. Sabemos que nem a prefeitura de Alonso (prefeito-patrão do PSBD) e muito menos a “Soluções Terceirizadas” estão preocupadas com as vidas das trabalhadoras. Pelo contrário: ambas são intimas parceiras que lucram com a exploração do trabalho e a precarização da vida das merendeiras.

Quem vai bancar o prejuízo dos atrasos?

Por mais que o salário seja pago nos próximos dias a situação estará longe de ser resolvida. Quem pagará o prejuízo dos juros das contas, dos alugueis e dos empréstimos feitos pelas trabalhadoras para sustentar suas famílias? E o acumulo de prejuízos diante de todos os atrasos que já ocorreram nesses últimos meses, quem pagará? É fundamental que através de sua luta as trabalhadoras levem até o final a reivindicação de que apenas o pagamento do salário não basta! Prefeitura e empresa caloteiras precisam pagar indenizações – que devem ser calculadas pela categoria - para que os prejuízos não recaiam mais uma vez sobre as costas das trabalhadoras.

Todo Apoio à Greve das Merendeiras!

Nesse dia 15/03 em que as merendeiras certamente deflagrarão a sua greve, milhares de trabalhadores de todo país irão paralisar suas categorias e ir às ruas contra a Reforma Previdência e demais ataques do governo Temer. Na cidade de Marília serão dezenas de escolas totalmente paralisadas e ocorrerá um ato unificado com outras categorias a partir das 15:30hs na Ilha (ao lado da galeria Atenas). Por um lado professores, funcionários efetivos, estudantes e pais precisam tomar para si a defesa das merendeiras e por outro precisamos unirmos numa única luta em defesa da educação.

Data da Assembleia da Merendeiras: 15/03
Local: Em frente ao Espaço Cultural
Horário: 7hs




Tópicos relacionados

Marília   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar