Política

MINISTROS DE TEMER

Novas evidências de corrupção de mais um dos ministros de Temer

Ministro-chefe da Casa Civil Eliseu Padilha (PMDB), é denunciado por negociar contratação de sua empresa de call center pela empreiteira Andrade Gutierrez.

sábado 16 de julho de 2016| Edição do dia

A troca de mensagens consta no relatório da perícia da Polícia Federal elaborado a partir da análise do telefone celular usado por Otávio Azevedo, incluído pela PF em inquérito público da Lava-Jato. Eliseu Padilha em troca de mensagens ao então presidente da Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, é “pego” negociando a contratação da sua estrutura do escritório de call center em Porto Alegre pela empresa telefônica Oi por intermédio da empreiteira, que naquela época controlava a empresa telefônica. A troca de mensagens foi obtida através de relatório da perícia da Polícia Federal que analisou o telefone celular usado por Otávio Azevedo, acrescentado pela PF em inquérito público da Lava-Jato.

Apesar de Padilha, sustentar que esta negociação foi o único motivo de contato dele com a Andrade Gutierrez, o cruzamento das mensagens do celular de Otávio Azevedo mostram que o deputado federal Eduardo Cunha foi convidado para participar de pelo menos uma das reuniões entre o executivo e Padilha. Segundo o relatório da PF, Azevedo tinha intimidade com Cunha. Eles trocaram mensagens entre 2011 e 2014, e o local utilizado para a reunião que Cunha foi convidado é a sede da Andrade Gutierrez em São Paulo. De acordo com depoimento do ex-executivo da Camargo Corrêa Dalton Avancini este endereço é o mesmo que era utilizado para reuniões do cartel que atuava em contratos da Petrobras. Tendo sido alvo de busca e apreensão em junho de 2015.

Padilha é um ministro super importante do núcleo duro do Governo golpista de Temer, pois é um grande aliado do governo nas negociações com empresários e nos planos de reformas que o governo federal pretende implementar começando pela Previdência, mas também para trabalhista, tributária e política.

Essa denúncia mostra mais uma vez como o Judiciário e mídia, tem seu jogo próprio e suas alas ainda não entraram num acordo se vão apoiar a todo custo Temer, ainda que neste momento com a posse de Rodrigo Maia na presidência da Câmara de Deputados traga uma certa estabilização do governo golpista. Nada está definido neste cenário, já que o Judiciário e a mídia podem ser fatores que desestabilizem ainda mais o governo Temer como fica evidente nesta nova denúncia.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar