Negr@s

POLÍCIA RACISTA

Nova mega operação da polícia do RJ deixa mais de 1700 alunos sem aula

Intervenção da policia no morro dos prazeres, Fallet, Fogueteiro e Turano transtornam mais uma vez a vida de moradores, desde ontem há relatos de tiroteios em 12 pontos da cidade e desde o começo do mês mais de 130 tiroteios foram registrados.

sexta-feira 9 de junho| Edição do dia

O período escolar é interrompido cotidianamente na cidade do Rio de Janeiro, segundo o Jornal Extra somente 43 dias do período letivo do ano passado passaram sem ao menos uma escola fechada por conta da violência, nos outros 157 dias houveram paralisações e pelo menos 115 mil crianças e adolescentes ficaram sem aula ao menos um dia do período letivo. Esse ano a realidade não parece tão distinta, a operação deflagrada hoje pela manhã em 4 diferentes favelas forçou que ao todo 1709 alunos ficassem sem aula.

Segundo a pagina “Onde Tem Tiroteio-RJ” no Facebook, que faz o acompanhamento em tempo real de tiroteios na cidade do Rio de Janeiro, desde o começo do ano mais de 2497 tiroteios aconteceram, sendo 130 só esse mês e 12 desde ontem.

A incursão da violência na cidade do Rio de Janeiro é marcado pelo cotidiano de abusos, assassinatos e invasões na casa de moradores realizadas diariamente pela corporação racista da policia.

O massacre à população pobre e negra realizado nas favelas diariamente é justificado pela guerra as drogas, uma guerra fictícia altamente lucrativa para os fabricantes de armas e grandes empresários por trás do trafico de drogas.

A policia, o braço forte de um estado opressor submisso aos interesses dos capitalistas, é responsável por exterminar cotidianamente a juventude negra e por reproduzir uma lógica de opressão e marginalização dos moradores com crescentes invasões em suas casas e agressões morais e físicas, marcadas estruturalmente pelo racismo.




Tópicos relacionados

Racismo   /    Violência Policial   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s

Comentários

Comentar