Juventude

#OCUPA TUDO RS

No Call Center tem apoio às ocupações de escolas

Frente à repressão vivida pelos estudantes de SP, com desocupações violentas sem mandato, e as ameaças e boatos de uma preparação para repressão também no RS, é fundamental cercar de solidariedade os estudantes em luta.

quarta-feira 18 de maio de 2016| Edição do dia

Trabalhadores do telemarketing em Porto Alegre enviaram fotos para os estudantes manifestando seu apoio. Com a proximidade das lutas pelo Acordo Coletivo da categoria, em meio à crise econômica, é fundamental que os trabalhadores se inspirem na luta dos estudantes contra os governos inimigos da educação para organizar a luta contra a patronal, que com a colaboração desses governos vem jogando a crise nas costas dos trabalhadores.

Mas o que os operadores do telemarketing têm haver com os secundaristas que ocupam as escolas?

Varias pesquisas sobre a categoria apontam que cerca da metade dos operadores tem até 25 anos e muitos estão em seu primeiro emprego de carteira assinada. Assumimos logo de cara esse trampo que além de precário, tem um dos maiores indicies de terceirização e rotatividade. A realidade de ter a vida precarizada é viva entre nós operadores, as escolas que passamos nossa juventude tinham esta realidade também e muitas aqui são mães que tem seus filhos nessas mesmas escolas sucateadas.

Os ataques à classe trabalhadora, iniciados ainda durante o governo Dilma, como por exemplo a restrição do acesso ao seguro desemprego e ao PIS, atingem principalmente a juventude, que também é a parcela com o maior índice de desemprego da sociedade. O governo golpista de Temer tem campo aberto para acelerar ainda mais estes ataques, como a aprovação da PL 4330/04 na câmara, ampliando ainda mais o campo da terceirização dos postos de trabalho que nossa juventude assume.

Por isso tudo, e muito mais, que o apoio aos secundaristas que lutam tem com certeza espaço em nossa categoria e deve servir de exemplo para nossa luta.
Todo apoio aos estudantes em luta!




Tópicos relacionados

Greve Professores RS   /    #OCUPATUDO   /    Porto Alegre   /    Crise gaúcha   /    Juventude

Comentários

Comentar