Educação

GREVE PROFESSORES RS

Narrativa de uma estudante: a greve como exemplo de luta

terça-feira 10 de outubro| Edição do dia

É lastimável para alguns secundaristas ver que diante das más condições proporcionadas pelo governo à educação do RS e o total desrespeito com educadores e educandos, ainda haja profissionais em educação que se sujeitam a esta condição.

Mas não é só isso que chama a atenção dos estudantes durante a greve. A angústia em ter que entrar em uma escola que por diversos motivos não aderiu à greve é constante - e é dos aluno e dos professores - pois mesmo não aderindo à mesma, o único assunto que percorre no pátio e nos corredores é a greve dos professores. Dentro de salas de aulas, debates sobre a greve, alunos e professores buscam entender e debater o que para muitos é um processo de lutas e o para outros um movimento sem objetivo ou futuro...

Como estudante, posso dizer que nos mostramos fortes, e com conhecimento, falando sobre o histórico de greves, e sobre suas conquistas.

O que mais vemos são secundas querendo lutar presos em uma gaiola, sentindo-se ameaçados pela escola e por toda comunidade que ainda não entendeu tamanha importância dessa luta. Secundaristas constantemente vem tentando mudar essa realidade, afirmando e mostrando com muita resistência que uma escola que luta é aquela que tem estudantes vivos, estudantes que não aceitam qualquer retrocesso que os atinja e que atinja a sua comunidade, afirmando pra quem tentou fechar as gaiolas e suspender estudantes eufóricos, que ser secundarista é ser livre, é lutar, é ir pra rua e aprender, resistir e também ensinar!

Essa é a aula que esse belo movimento de trabalhadores está nos dando!!!

Seguiremos apoio a luta!

Que a luta dos professores seja o exemplo de luta para todos os estudantes e trabalhadores!




Tópicos relacionados

Greve Professores RS   /    Secundaristas   /    Greve   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Educação

Comentários

Comentar