Política

SERGIO MORO

Moro e seu desejo de assumir “naturalmente” uma cadeira no STF

Depois de anos atuando em processos fraudulentos e cobrindo os escândalos de corrupção do atual governo da República, e garantir os interesses do imperialismo no país, Sérgio Moro acredita ser "naturalmente " o merecedor de uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF).

terça-feira 28 de janeiro| Edição do dia

O ano de 2020 já começa com especulações de quem será o novo membro do Supremo Tribunal Federal (STF). Este ou esta, assumirá a posição que será deixada pelo ministro Celso de Mello, quando se aposentar em novembro deste ano. Sendo até agora Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, um dos nomes cotados.

Sérgio Moro ficou conhecido em todo o país quando assumiu a cabeça do processo fraudulento contra Lula por parte da operação imperialista Lava Jato. Mesmo com as denúncias de fraudes no processo de Lula através do The Intercept, Moro permaneceu como ministro da Justiça e Segurança Pública.

Sua relação com o atual presidente, Jair Bolsonaro, o “filho ingrato” da Lava Jato, já é visivelmente frágil, mas até o momento segue em frente para garantir os interesses da alta burguesia, principalmente do imperialismo. Moro constrói junto a Bolsonaro os brutais ataques contra a juventude e a classe trabalhadora, seja através do seu reacionário e escandaloso pacote anti-crime, seja como protetor de Bolsonaro contra escândalos de corrupção e seu envolvimento com as milícias do Rio de Janeiro (investigadas pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Para o ministro, seria “natural” sua indicação para o STF. Mas outros nomes também estão sendo cotados, como o advogado-geral da União (AGU), André Mendonça, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira. Como a escolha cabe ao Presidente da República e também depende de todas as grandes reviravoltas que podem ou não acontecer este ano, com a eleição presidencial dos EUA e as eleições municipais no Brasil, fica ainda muito difícil prever as chances de Moro assumir uma cadeira no STF.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Operação Lava-Jato   /    STF   /    Sérgio Moro   /    Política

Comentários

Comentar