Internacional

GRÉCIA SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL

Mobilização em Berlim para dizer NÃO à Troika

sábado 4 de julho de 2015| Edição do dia

A praça Oranienplatz tem sido o centro dos protestos nos últimos anos, especialmente do movimento pelos refugiados. Na sexta, dia 3, pela tarde, 2 mil pessoas se reuniram ali para dizer “OXI” não em grego à Troika e ao governo alemão que impõem medidas de austeridade brutais contra o povo da Grécia. No domingo, dia 5, os gregos votarão no referendo sobre a última proposta para um memorando. A esquerda alemã se reuniu para mostrar sua solidariedade direto do “coração da besta”.

“Alemanha, você é uma porcaria”, dizia um cartaz. A polícia deteve dez pessoas pelo delito de “ insultar ao Estado”, com este slogan, e a marcha se negou a começar antes que fossem liberadas. Passaram-se duas horas antes que a mobilização começasse. A presença policial foi massiva, ainda que a marcha tenha sido completamente pacífica. Em seguida, os manifestantes chegaram ao simbólico Portal de Brandemburgo, no centro da cidade, onde levantaram cartazes que diziam “OXI”.

Quando a marcha passou em frente ao escritório do Ministro da Economia, Wolfgang Schauble, - um prédio imponente da época nazista -, muitos manifestantes cantaram insultos em sinal de protesto. Mesmo que a mobilização fosse em solidariedade ao povo grego que enfrente as medidas de austeridade, os organizadores também apoiaram ao governo Syriza e Alexis Tsipras, que capitulou frente à pressão do governo alemão e da Troika. Somente alguns setores expressaram um programa de independência de classe com relação ao governo grego e um NÃO crítico.

O bloco organizado por RIO (Organização Revolucionária Internacionalista, membro da Fração Trotskista- Quarta Internacional), NAO (Nova Organização Anticapitalista) e a organização alemã da coalização anticapitalista grega Antarsya, exigiram uma condenação completa da dívida grega. Estas organizações levaram uma bandeira conjunta e entoaram consignas em grego “ NÃO, NÃO, um NÃO classista, contra a Troika, os memorandos e todos os patrões”. RIO também distribuiu seu chamado a um governo dos trabalhadores na Grécia. Este é apenas um exemplo de grandes expressões de solidariedade necessárias para apoiar as lutas do povo trabalhador da Grécia.

Traduzido do alemão por Celeste Murillo.




Tópicos relacionados

Grécia   /    Syriza na Grécia   /    Internacional

Comentários

Comentar