Mundo Operário

IMPUNIDADE

Metroviários fazem protesto contra impunidade após 10 anos do acidente na Estação Pinheiros

Nessa quinta feira (12/01), o sindicato dos metroviários de SP convocou uma manifestação em frente a Estação Pinheiros da Linha 4 para homenagear as 07 vítimas e cobrar a impunidade de 10 anos do acidente, que abriu uma cratera nas obras de construção da linha 4 amarela do Metro, entregue a inciativa privada (consórcio CCR).

Daphnae Helena

Metroviária da estação Sé, economista e militante do grupo de mulheres Pão e Rosas

sexta-feira 13 de janeiro de 2017| Edição do dia

Nas falas, as vítimas foram lembradas, assim como moradores da região que tiveram prejuízos e até hoje não receberam indenização da justiça, que sentenciou não haver culpados pelo acidente, inocentando as empreiteiras como Oderbrecht e Camargo Corrêa, envolvidas nos escândalos da Lava Jato.

Os metroviários também denunciaram o projeto de privatização levado a frente pelo governo do PSDB em São Paulo nas últimas décadas, como afirmou na nota do Sindicato: “Apesar das mortes, dos prejuízos e transtornos causados pela tragédia de Pinheiros, sem punição, essas empresas continuam buscando seus lucros independente do interesse público”.

Vejam os depoimentos dos metroviários e moradora da região na manifestação de ontem.




Tópicos relacionados

São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar