Mundo Operário

#28A

Metroviários de SP vão parar tudo no 28A

sexta-feira 28 de abril de 2017| Edição do dia

No dia de hoje, 27, os metroviários se reuniram em assembleia para retificar a decisão já votada em assembleia anterior sobre a paralisação contra as reformas trabalhista e da previdência de Temer, na próxima sexta-feira, amanhã, dia 28. Junto a motoristas de ônibus e CPTM, os metroviários se somarão à greve geral amanhã, que contará com forte paralisação dos transportes na cidade de São Paulo, assim como no país todo.

Os metroviários que vem sendo constantemente atacados por Alckmin com o avanço da privatização da Linha 5-Lilás, terceirização das bilheterias, falta de quadro de funcionários, agora ligam sua luta cotidiana contra as reformas que o golpista Temer quer implementar contra os trabalhadores para que estes paguem por uma crise que não criaram.

Para Felipe Guarnieri, operador de trem da Linha 1-Azul "Os metroviários hoje aderiram a paralisação de 24h amanhã, e desde o Movimento Nossa Classe, do qual faço parte, nós achamos que este dia histórico que os metroviários estão fazendo parte não pode ser deixada nas mãos das centrais sindicais, porque nossa luta não é para que Lula volte em 2018 ou em defesa do imposto sindical, como é de interesse da CUT e CTB por um lado e da Força Sindical por outro, mas sim queremos que os trabalhadores assumam os rumos desta luta, e pra isso o dia 28 tem que ser o início de uma grande luta exigindo que se prepare uma greve geral de fato, com um plano de luta que não dê trégua nenhuma para o governo Temer, como aconteceu no último mês, em que as centrais sindicais deram uma trégua de 45 dias ao governo depois do 15M e que nesse período foi implementada a lei da terceirização e a votação da Reforma Trabalhista. Não é o momento de ter trégua, é o momento de ir pra cima do governo com uma greve geral até que Temer e suas reformas caiam, e que a gente consiga que através da luta impor uma nova constituinte que consiga responder os principais problemas que passam no país".

VEJA TAMBEM Metroviários de SP se preparam para parar tudo no 28A




Tópicos relacionados

#28A   /    Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista   /    Terceirização   /    Metrô   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar