Mundo Operário

PORTO ALEGRE

Marchezan confirma demissões na saúde e trabalhadores protestam em frente à Câmara

Na manhã desta quarta-feira (18) os trabalhadores da saúde ligados ao Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família receberam da prefeitura de Porto Alegre a confirmação de suas demissões. Neste momento servidores se concentram em frente à Câmara de Vereadores para protestar contra as demissões, junto aos rodoviários que desde a madrugada de hoje protestam contra o fim dos cobradores.

quarta-feira 18 de dezembro de 2019| Edição do dia

Mais uma vez Marchezan reafirma que é inimigo dos trabalhadores e da população de Porto Alegre. A chocante notícia de mais de mil demissões na área da saúde, ligadas ao fim do Imesf, chegou como uma bomba aos trabalhadores neste fim de ano. A medida também é um ataque direto à toda a população que depende do serviço.

No dia de hoje a Câmara dos Vereadores também pautará o projeto do prefeito que propõe o fim da obrigatoriedade dos cobradores. Desde a madrugada os rodoviários protestam contra a medida, que também significará demissões e fechamento de mais de 3 mil postos de trabalho. Neste momento rodoviários e servidores da saúde se concentram em frente à Câmara de Vereadores. A unidade dos trabalhadores é o caminho para derrotar as medidas do governo.

É preciso cercar de solidariedade os trabalhadores que enfrentam Marchezan neste final de ano. É necessário unir forças de municipários, rodoviários e também dos professores que enfrentam o pacote de ataques de Eduardo Leite e também protestam em frente à Assembleia Legislativa na tarde desta quarta-feira.




Tópicos relacionados

Saúde Pública   /    Marchezan   /    Porto Alegre   /    Saúde   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar