ELEIÇÕES SP

Mais de 300 da USP assinam Manifesto em apoio à Bancada Revolucionária de Trabalhadores

Mais de 300 professores, estudantes e trabalhadores da USP assinam manifesto em apoio à candidatura da Bancada Revolucionária de Trabalhadores a vereador de São Paulo.

quarta-feira 21 de outubro| Edição do dia

A Bancada Revolucionária de Trabalhadores publica manifesto com mais de 300 assinaturas de professores, estudantes e trabalhadores. Mais assinaturas chegam para se somar ao manifesto mesmo após sua publicação.

A Bancada é composta por Diana Assunção, Letícia Parks e Marcello Pablito. Diana e Pablito são trabalhadores da USP e Letícia é professora formada na USP. São três lutadores reconhecidos por lutar em defesa da universidade. Por anos atuaram fortalecendo e apoiando as greves das trabalhadoras terceirizadas sem salário ou sem direitos, as greves de trabalhadores efetivos em todas as suas reivindicações, ações contra assédio moral e contra a precarização do trabalho. Atuaram ao lado dos estudantes em defesa da universidade pública e contra a repressão policial. Foram inúmeras as batalhas em que atuaram e que atuam ainda hoje para que a universidade esteja à serviço dos trabalhadores e da população, contra a burocracia universitária e contra as tentativas por parte do governo do estado de desmantelar a universidade.

Anos de luta resultaram nesse importante reconhecimento. A candidatura vincula a luta contra a precarização do trabalho, contra as demissões, contra a destruição da educação pública à luta contra Bolsonaro, Mourão e os golpistas. O projeto que os tucanos Doria e Covas têm para São Paulo e para a educação pública é o mesmo. Blindam uma poderosa burocracia universitária de supersalários enquanto precarizam o trabalho e destroem pouco a pouco a educação pública para favorecer os grandes tubarões do ensino.

Leia o manifesto abaixo.

MAIS DE 300 ASSINATURAS | Manifesto da USP com a Bancada Revolucionária de Trabalhadores
Somos estudantes, professores e trabalhadores, efetivos e terceirizados da Universidade de São Paulo e apoiamos a Bancada Revolucionária, uma candidatura coletiva para a câmara de vereadores de São Paulo. Composta por 2 trabalhadores da nossa Universidade, Diana Assunção e Marcello Pablito, e uma professora formada pela USP, Letícia Parks, que estão há anos na luta em defesa da educação e da Universidade pública, em defesa do HU e das trabalhadoras terceirizadas.
Uma candidatura para lutar pelo Fora Bolsonaro, Mourão, todos os golpistas e seus representantes em São Paulo, como Doria, Russomano e Bruno Covas.
Para fortalecer a luta dos trabalhadores para que sejam os capitalistas a pagar pela crise, batalhando para barrar a reforma administrativa que ataca a saúde e a educação. Pela anulação de todas as reformas. Pela proibição das demissões e da precarização do trabalho. Por salário digno e todos os direitos aos entregadores e terceirizadas. Em defesa das mulheres, negros e LGBTs. Combatendo todos os ataques e o regime herdeiro do golpe.

Veja quem assina:

Instagram: https://www.instagram.com/p/CGkDgABn8I5/
Facebook: https://www.facebook.com/BancadaRevolucionaria/posts/4127093370640677
Twitter: https://twitter.com/DianaAssuncaoED/status/1318516896162062337




Tópicos relacionados

Bancada Revolucionária de Trabalhadores   /    MRT   /    Candidatos MRT   /    USP

Comentários

Comentar