Sociedade

ENCHENTES NO RJ

Mais de 3 mil pessoas ficam desalojadas após enchente no interior do RJ

Em Porciúncula, no Noroeste Fluminense, 3,2 mil pessoas ficaram desalojadas após enchente no rio Carangola. As enchentes têm assolado diversas partes do país nos últimos dias devido ao descaso dos governos, como o de Claudio Castro (PSC), aliado de Bolsonaro.

segunda-feira 22 de fevereiro| Edição do dia

(Foto: Reprodução/ Facebook Porciúncula ASCOM)

Enchentes e inundações são problemas que ocorrem todos os anos no Brasil, deixando milhares de pessoas sem casa e causando centenas de mortes, no entanto nunca parece haver disposição em fazer as necessárias obras de infraestrutura e em garantir moradia de qualidade para a população.

A cidade de Porciúncula, na divisa do estado do Rio de Janeiro com Minas Gerais, sofreu com o transbordamento do rio Carangola, que deixou mais de 3 mil desalojados. Ainda no interior do Rio de Janeiro, a cidade de Natividade da Serra, também banhada pelo Carangola, teve 80 famílias desalojadas por causa da enchente. O mesmo rio também transbordou em Minas Gerais, causando danos nas cidades de Carangola, Divino e Espera Feliz.

Isso se soma às enchentes que ocorreram em outras regiões de Minas Gerais, causando mortes, e também a crise do Acre, que passa por inundações em meio à crise sanitária. É o capitalismo mostrando que não é capaz de resolver problemas básicos e recorrentes.

Veja também: Enchentes, dengue e COVID-19 no Acre: o resultado da barbárie capitalista




Tópicos relacionados

Famílias Desalojadas   /    Cláudio Castro   /    Chuvas   /    Enchentes   /    Jair Bolsonaro   /    Moradia   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar