Política

ATO CONTRA BOLSONARO

Maíra Machado: “Precisamos de um bloco independente contra Bolsonaro, os golpistas e a conciliação petista”

A professora Maíra Machado, candidata a deputada estadual do MRT por filiação democrática no PSOL em São Paulo, faz um convite para todas as mulheres e homens marcharem com o bloco independente do Pão e Rosas, nesse sábado.

sexta-feira 28 de setembro| Edição do dia

A professora Maíra Machado, candidata a deputada estadual do MRT por filiação democrática no PSOL em São Paulo, faz um convite para todas as mulheres e homens marcharem com o bloco independente do Pão e Rosas, nesse sábado.

Nesse 29 de setembro, em todo país, as mulheres vão estar nas ruas contra Bolsonaro. Mas querem usar a nossa disposição de luta, para em meio às eleições manipuladas pelo judiciário, encobrir a conciliação do PT com os golpistas, e não para enfrentar a extrema direita. Não podemos permitir!

Precisamos debater qual estratégia o movimento de mulheres precisa adotar para enfrentar de fato Bolsonaro e a extrema direita. Para nós do Pão e Rosas, essa estratégia passa em primeiro lugar por se aliar com a classe trabalhadora, de forma independente da burguesia e qualquer uma de suas representantes. Passa longe de achar que Ana Amélia e Marina Silva, fiéis defensoras do golpismo institucional e das reformas contra nossa classe, ou motossera de ouro Kátia Abreu, são nossas aliadas. Mas também, não podemos nos aliar com Manuela D’Ávila, representante de uma política de conciliação com golpistas e capitalistas que vai significar a continuidade de ataques aos trabalhadores, como por exemplo a reforma da previdência que Haddad já prometeu.

Veja mais: As mulheres a frente contra a extrema-direita e o golpismo: por uma saída anticapitalista

Por isso nós do Pão e Rosas iremos construir um bloco independente, com as mulheres a frente da luta contra Bolsonaro, denunciando a tentativa de pacto com os golpistas que o PT vem tentando promover. Não somos uma no poder, somos milhares pelas ruas, e só poderemos conquistar a força necessária para derrotar a extrema direita e o golpismo se nos aliarmos a classe trabalhadora. Convidamos a todas as mulheres e homens que compartilham dessas ideias, que querem lutar contra Bolsonaro e a extrema direita sem ser massa de manobra da política petista de conciliação com golpistas escravistas, para construir conosco nos atos que acontecerão em distintas capitais do país, os blocos independentes do Pão e Rosas, com as mulheres à frente conta a extrema-direita e o golpismo: por uma saída anticapitalista, independente do PT e sua conciliação com os golpistas e os patrões.

O bloco independente do Pão e Rosas São Paulo vai se concentrar a partir das 14h, Praça no Largo da Batata na saída Teodoro Sampaio.

Saiba mais: “As mulheres não podem deixar o PT usar nossa luta para conciliar com os golpistas”, declara Diana Assunção




Tópicos relacionados

Mulheres Contra Bolsonaro   /    Bolsonaro   /    Candidatos MRT   /    PT   /    Política   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar