Política

JOÃO DORIA

Justiça bloqueia R$ 29,4 milhões em bens de Doria por autopromoção com propaganda oficial

terça-feira 20 de outubro| Edição do dia

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo bloqueou os bens do governador João Doria (PSDB), por causa de uma ação civil que aponta improbidade administrativa. O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) alega que, quando Doria era prefeito da cidade de São Paulo, usou R$ 29 milhões de forma inadequada.

Segundo o entendimento da justiça, Doria empregou os recursos para sua promoção pessoal, por meio do programa "Asfalto Novo". Basta lembrar que pouco depois, Doria viria a deixar o cargo de prefeito para concorrer a governador.

Doria, possui um longo histórico de promoção pessoal, muito mais preocupado com a construção de sua imagem do que com a efetivação de suas políticas. Durante a prefeitura, buscando emplacar o discurso de "João Trabalhador", Doria se fantasiou de gari, de trabalhador da limpeza urbana entre outros. Nada disso, consegue ocultar o seu compromisso com os ataques a classe trabalhadora, que sempre levou a frente com privatizações generalizadas, a tentativa da reforma da previdência, entre outros.




Tópicos relacionados

Grande São Paulo   /    João Doria   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar