Negr@s

REPRESSÃO

Justiça Burguesa: imunidade para Joesley e encarceramento para negros e pobres

Matéria do jornal online Extra na segunda-feira (22) denuncia a parcialidade da justiça com o caso de uma mãe que furtou ovos de páscoa e peito de frango.

quarta-feira 24 de maio| Edição do dia

A denúncia se deu, pois a defensoria publica acionou o STF para pedir a liberdade dessa mãe que em 2015 foi presa por furtar um mercado. Responsável por 4 crianças, de 11, 10 e 3 anos, além de um bebê de 20 dias que atualmente está encarcerado junto à mãe em uma cela superlotada na ala materna da Penitenciaria feminina de Piraju, cumpre pena de três anos, dois meses e três dias. Fica clara a seletividade da justiça burguesa, a pena dessa mãe que roubou alimentos é superior a pena de muitos dos condenados pela operação Lava Jato.

Outro caso que assusta é o do Rafael Braga, jovem negro periférico, trabalhador de rua, que foi preso e condenado a 11 anos e três meses de prisão além do pagamento de R$ 1.687,00 a justiça, por portar uma garrafa de pinho sol, seu instrumento de trabalho. Rafael Braga foi preso pela primeira vez em 20 de junho de 2013 quando mais de 1 milhão de manifestantes protestavam no Rio de Janeiro, em posse de uma garrafa de pinho sol que utilizava para limpar carros, foi autuado com a declaração que o pinho sol era um coquetel molotov.

Em contraste com esses casos vemos condenados da Lava Jato, suposta operação para acabar com a corrupção, sendo condenados a prisões domiciliares em suas mansões, ou fazendo acordo de delações premiadas e sendo isentos de qualquer pena por seus crimes milionários.

Como exemplo vemos o caso dos irmãos Batistas, donos da JBS, que fizeram um enorme acordo com o STF e receberam de presente por suas delações total impunidade. O acordo feito com o ministro do Supremo Edson Fachini permite que os irmãos da JBS, não cumpram nenhum tipo de pena, nem domiciliar, nem inquérito foi aberto contra eles, que passeiam tranqüilos nas ruas de Nova Yorque nesse momento. Inclusive, Ticiana, esposa de Joesley Batista, exibe nas redes sociais sua vida bilionária, longe da crise, e esbanjando dinheiro do povo.

É cada vez mais claro que a justiça burguesa, não serve e nem nunca serviu aos interesses do povo, é uma justiça racista e seletiva que sempre trabalha pelos interesses dos grandes empresários e do lucro capitalista. A única saída possível é através da luta da classe trabalhadora e do povo pobre, através de uma nova Assembleia Constituinte. Que derrubemos as reformas e o governo temer, que julguemos os crimes de corrupção em júri popular, que todos os cargos públicos sejam revogáveis, que todo político ganhe como uma professora.

Não podemos acreditar que esses que fazem acordos com grandes empresários, que massacram a juventude, os negros e os pobres, que trabalham para garantir os seus lucros sejam sujeitos de nossas necessidade. Somos nós que que temos o poder através da luta de mudar esse jogo. Por isso seremos milhares Brasília hoje, por uma greve geral até derrubar as reformas e Temer.




Tópicos relacionados

STF   /    Poder Judiciário   /    Negr@s   /    Política

Comentários

Comentar