Gênero e sexualidade

LGBTFOBIA

Judith Butler é perseguida no Aeroporto de Congonhas

"Tamo aqui, pra pegar ela aqui no aeroporto", diz o autor do vídeo que foi ao aeroporto perseguir Butler.

sexta-feira 10 de novembro| Edição do dia

É possível ouvir, no vídeo, manifestantes dizendo que irão se aproximar com placas. "Tamo aqui, pra pegar ela aqui no aeroporto", diz o autor do vídeo. Por volta dos sete minutos, manifestantes com placas dizem que "Judith Butler não é bem-vinda no Brasil".

Ao longo do vídeo, Bultler (de calça e camisa pretas) sai de cena e segue para o embarque, enquanto uma pessoa de sua comitiva continua sendo hostilizada. Ela foi perseguida no aeroporto após sua palestra "Os Fins da Democracia" ser interpelada por uma manifestação de ódio no qual bonecos foram queimados, os que estavam no local para assistir a palestra garantiram a continuação do evento através de um cordão humano para impedir a invasão da direita reacionária no Sesc.

No Aeroporto, seguranças se aproximam, e uma mulher negra acusa uma senhora manifestante de racismo.

Segundo duas pessoas ouvidas pela Vice (aqui), o ânimo entre os manifestantes se acirrou. Uma senhora, que carregava uma placa contra a filósofa, teria agredido outra manifestante sem atingir Judith.

Durante vários minutos Judith foi perseguida e humilhada no aeroporto, sua teoria acusada de "Ideologia de Gênero" pela direita é mais uma demonstração do conservadorismo e desinformação latente da sociedade brasileira. Longe de saberem o que a autora diz, mal percebem que a discussão acerca do tema passa ao largo de querer convencer as pessoas a serem gays, como querem que acreditemos. O sistema capitalista se utiliza da opressão de gênero, cor e estabelece um padrão de sexualidade ao qual todos devem se encaixar para poder explorar mais.

Segundo a VICE ninguém encostou em Judith Butler, que recebeu assistência da equipe do aeroporto.

Leia Mais: ’Queime a bruxa’, grita a direita reacionária contra Judith Butler no Sesc Pompeia

Veja o vídeo da bizarra manifestação da direita que ocorreu no Sesc Pompeia na Zona Oeste de São Paulo:

Fonte da foto: Géledes




Tópicos relacionados

Censura   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar