IMPERIALISMO / HISTÓRIA DO IMPERIALISMO /

Imperialismo: um conceito-chave para entender o nosso tempo

Gilson Dantas

Brasília

quarta-feira 20 de junho| Edição do dia

A questão do imperialismo é chave para a plena compreensão do mundo contemporâneo e suas lutas e conflitos interestatais.

Na nossa perspectiva, a formulação mais clássica, mas também mais atual da questão, imperialista, como definidor de toda uma época – na qual nos encontramos ainda – vem a ser a de Lenin.

Já tentaram modificá-la a pretexto de sua “atualização”, mas o resultado não tem ido além do desvirtuamento de um conceito que, em Lenin, define uma etapa – monopolista, financeira – de um sistema que, nesse ponto, torna-se historicamente reacionário em toda linha e incapaz de dar qualquer saída progressista para a humanidade. Ao contrário, significa guerras, barbárie, concentração de renda incessante, exclusão em massa, crises e, para a classe operária, finalmente, a era das revoluções.

Perry Anderson, David Harvey estão entre os autores de envergadura que tentaram “modernizar” o conceito. No entanto, politicamente, só terminaram depositando sua confiança política em que o imperialismo é uma escolha política – uma escolha de política econômica – o que nada tem a ver com Lenin.

Lenin escreveu seu livro [Imperialismo etapa superior do capitalismo] também para combater essas tendências pequeno-burguesas do campo do marxismo [no caso de Lenin, era Kautski] que imaginavam poder reformar o imperialismo ou que este poderia mudar sua natureza.

Este tema foi mais especificamente abordado em palestra sobre Lenin e o imperialismo, realizada na UnB e e disponível neste link [Esta palestra é a mais básica sobre o tema]

O objetivo desta nota, no entanto, é o de organizar todos os links de uma série de artigos que o nosso Esquerda Diário vem disponibilizando ao longo dos últimos meses e que tomam – em seus momentos mais decisivos – a história do imperialismo, desde as origens até os dias atuais.

Com o objetivo de facilitar o trabalho dos companheiros que se dispuserem a estudar essa trajetória do imperialismo e suas crises, alinhamos abaixo, portanto, os links e os títulos de cada uma das notas que, juntas compõem a história do imperialismo em uma perspectiva revolucionária.

Esse ciclo de notas ainda seguirá por mais dois meses, mas, para efeito de facilitar a leitura de conjunto das notas anteriores é que elaboramos a lista a seguir.
Confira:

1: COMO SURGIU A ECONOMIA MUNDIAL

2: POR QUE A ECONOMIA DO MUNDO CAPITALISTA COMEÇOU NA EUROPA

3: A ECONOMIA MUNDIAL É PLANEJADA?ELA FUNCIONA DE ACORDO A ALGUM PLANO GLOBAL?

4: POR QUE O SURGIMENTO DO IMPERIALISMO SIGNIFICA TEMPOS DE GUERRAS E BARBÁRIE?

5: POR QUE O SURGIMENTO DO IMPERIALISMO SIGNIFICA SUBDESENVOLVIMENTO E SANGRIA CRONICA DE PAÍSES COMO O BRASIL?

6: QUAL O MOTOR DA ECONOMIA MUNDIAL?

7: NA ECONOMIA MUNDIAL POR QUE O BRASIL SEGUE SENDO UM PAÍS RICO MAS TÃO DESIGUAL?

8: POR QUE A ECONOMIA CAPITALISTA NECESSITA TRANSFORMAR PROSPERIDADE EM CRISE E DESTRUIÇÃO DE FORÇAS PRODUTIVAS?

9: O CAPITALISMO EM PERSPECTIVA HISTÓRICA E ECONÔMICA É UM SISTEMA DECADENTE

10: CAPITALISMO, UM SISTEMA SENIL: POR QUE?

11: QUAIS AS RAÍZES DA I GUERRA MUNDIAL?

12: A I GUERRA: UMA GRANDE CARNIFICINA PARA O GRANDE CAPITAL

13: POR QUE A ECONOMIA MUNDIAL QUEBROU EM 1930?

14: COMO O MUNDO CAPITALISTA SUPEROU O CRACK DOS ANOS 1930

15: A ERA DO DÓLAR: O IMPERIALISMO DEPOIS DA II GUERRA MUNDIAL

16: RISCO DE UMA NOVA GRANDE DEPRESSÃO: AS BASES DO NEOLIBERALISMO NO INÍCIO DOS ANOS 1970

17: AS DÉCADAS NEOLIBERAIS: O GRANDE CAPITAL FUGINDO PARA O FUTURO

Ainda sobre o tema Imperialismo, as palestras a seguir fazem parte da linha de pesquisa, realizada na UnB [NEPPOS/Serviço Social], iniciada no semestre passado e que seguirá acontecendo ao longo deste ano sob orientação do prof G Dantas; seu eixo: O imperialismo contemporâneo.
Você pode conferir:

1: A TEORIA DO IMPERIALISMO DE LENIN – Sua atualidade e controvérsias.

2: ESTADOS UNIDOS – NASCIMENTO E CRISE DE UMA HEGEMONIA

3: NEOLIBERALISMO: SUAS CAUSAS E SUA CRISE

Também recomendamos, dentre as notas mais recentes sobre o tema do imperialismo, a seguinte:
ALGUMAS REFLEXÕES SOBRE A INFLUÊNCIA DA QUESTÃO IMPERIALISTA NO BRASIL ATUAL

Crédito da imagem: site do socialistnetwork.org

***




Comentários

Comentar