Sociedade

PORTO ALEGRE

Imigrantes senegaleses fazem ato contra a repressão da Guarda Municipal em Porto Alegre

Senegaleses ambulantes fazem protesto em frente à Prefeitura de Porto Alegre na tarde de hoje denunciando os abusos e as agressões feitas pela Guarda Municipal durante as apreensões que ocorreram nas últimas semanas.

quarta-feira 5 de dezembro| Edição do dia

Um grupo de vendedores ambulantes fizeram um ato em frente às prefeitura de Porto Alegre desde a tarde desta quarta-feira. Os trabalhadores, na sua maioria imigrantes senegaleses, protestam contra as apreensões feita pela Guarda Municipal nas últimas semanas.

Além das apreensões, os ambulantes protestam contra a violência e repressão utilizada pelos guardas do município. Segundo um dos protestantes, o senegalês Mor Talla Gueye, um colega de foi fortemente agredido em uma operação que ocorreu na terça-feira. “Ele não tentou impedir a apreensão, apenas quis pegar o carrinho”, relatou.

Camelôs brasileiros também fazem parte do movimento. Daniel da Silva afirmou que as apreensões têm acontecido em maior número neste mês. "A gente só quer trabalhar, todo dia tem apreensão. Eles já chegam nos xingando", reclamou.

No vídeo abaixo mostra a repressão da Guarda Municipal durante uma das apreensões, onde o ambulante tentou apenas pegar seu carrinho facíl e foi reprimido. Os guardas ainda alegaram que agressão foi por ele ter uma faca, sendo que não aparece em nenhum momento do vídeo.

Três representantes do movimento entraram na prefeitura e reuniram com a Smic, mas nada foi acordado. As apreensões das mercadorias de ambulantes ocorrem sempre no fim do ano em larga escala com a proximidade do natal, assim para favorecer as grandes lojas que tem um grande aumento de seus lucros durante essas época.

É extremamente repugnante a violência que os ambulantes, principalmente os imigrantes senegaleses em Porto Alegre, sofreram durante a apreensão de suas mercadorias, impedindo que muitos deles, que vivem na pobreza possam trabalhar. é necessário dá todo apoio ao protesto dos imigrantes ambulantes e denunciar o abuso e as agressões da polícia.

Veja mais algumas fotos do ato abaixo:




Tópicos relacionados

Rio Grande do Sul   /    Imigração   /    Sociedade   /    Violência Policial

Comentários

Comentar