Política

MP DA MORTE

Guedes, Maia e Bolsonaro querem prorrogar MP da Morte para 4 meses

Mesmo tendo sido evidenciado que a MP não consegue salvar empregos, Bolsonaro, Guedes e Maia querem prorrogá-la.

segunda-feira 29 de junho| Edição do dia

Desde o início da pandemia, Bolsonaro e Guedes, com o auxílio de Maia, vem tomando medidas que tem como principal foco atacar os trabalhadores e preservar o lucro dos capitalistas. Uma delas foi a MP 936, que permitia a redução da jornada de trabalho ou a suspensão de contratos.

Inicialmente, valeria por 3 meses para diminuição da jornada e 2 meses para suspensões. Nesse meio tempo já atingiu a 11 milhoes de trabalhadores e já mostrou que não é efetiva para evitar demissões, apenas para salvar o lucro dos patrões, Mesmo assim, Guedes, Bolsonaro e Maia querem prorrogá-la para 4 meses em ambas as mobilidades

Essa MP foi considerada como uma conquista por várias centrais sindicais, que inclusive se colocaram na tarefa de atuar como mediadoras da negociação, supostamente para garantir "melhores condições" aos trabalhadores. Na verdade estão apenas atuando como representante da patronal e tentando fazer que tamanho ataque se torne mais palatável aos trabalhadores.

Por isso, é preciso que os trabalhadores exijam imediatamente que as centrais rompam com essa política de conciliação e organizem uma luta contra os ataques e também exigindo a proibição das demissões. A paralisação internacional dos entregadores no dia 1 é um exemplo pra toda a classe trabalhadora e pode ser um ponto de apoio pra mobilização!




Tópicos relacionados

MP da Fome   /    Coronavírus   /    Paulo Guedes   /    Rodrigo Maia   /    Jair Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar