Sociedade

VENDEDORES AMBULANTES

Guarda Municipal expulsa violentamente família indígena das ruas de Caxias do Sul

Veja video da violenta ação da Guarda Municipal. A família indígena estava trabalhando no momento, vendendo seus artesanatos e produtos numa das principais e mais movimentadas ruas de Caxias do Sul.

domingo 22 de janeiro de 2017| Edição do dia

A operação levada a cabo de maneira brutal pela Guarda Municipal é parte das promessas feitas durante a campanha do novo prefeito, Daniel Guerra (PRB), de atacar o trabalho informal da cidade de Caxias do Sul.

Chama-se Operação Centro Legal, ela prevê a expulsão de vendedores ambulantes do centro da cidade. Com início na sexta-feira (20), já no sábado pode-se observar uma diminuição expressiva do número de ambulantes no centro. Mas algumas famílias não possuem outra forma de se sustentar e se mantiveram na rua vendendo, como foi o caso dessa família indígena que sofreu um abuso de autoridade injustificável por parte da Guarda Municipal a mando de Guerra. A ação ocorreu na manhã do sábado (21). Veja o video aqui:

Como se vê no video, a Guarda Municipal não poupou esforços em tornar a situação ainda mais absurda. Fez tudo isso em frente aos filhos dos vendedores e do resto da população. Algumas pessoas filmaram a ação e agora o video percorre as redes sociais criando uma forte indignação em muitas pessoas.

Em meio a uma crise econômica que vem afetando boa parte dos caxienses, com um aumento expressivo do desemprego e da inflação, com salários de várias categorias de operários da cidade e dos servidores sendo parcelados e atrasados, a tendência é se ampliar o trabalho informal. Na prática, a operação de Guerra torna ilegal o trabalho de muitos imigrantes senegaleses e haitianos, indígenas e outros trabalhadores que vivem do chamado serviço informal.




Tópicos relacionados

Trabalho Precário   /    Caxias do Sul   /    Indígenas   /    Repressão   /    Sociedade   /    Povos indígenas

Comentários

Comentar