Sociedade

MORADIA

Grupo armado invade e ameaça moradores de ocupação em São Paulo

Nesta quarta-feira (2), o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) denunciou, através de suas redes sociais, que pessoas armadas invadiram uma ocupação localizada no bairro dos Jardins em São Paulo e ameaçaram os moradores.

quarta-feira 2 de dezembro de 2020| Edição do dia

Imagem: Reprodução/Facebook

De acordo com o movimento, “[...] Às 6 horas da manhã desta quarta-feira, 2 de dezembro, cerca de dez pessoas armadas e sem identificação invadiram sem aviso o imóvel ocupado, quebrando portas e ameaçando moradores com armas apontadas para a cabeça das pessoas. No local vivem famílias brasileiras, brasileiras-indígenas e de imigrantes, com crianças pequenas. Pessoas foram ameaçadas e constrangidas – inclusive dentro de um banheiro”.

A situação da habitação em São Paulo e em todo o país é alarmante. Enquanto uma enorme quantidade de pessoas não tem moradia ou vivem em moradias sem condições adequadas, Bruno Covas, reeleito prefeito da cidade, e João Doria, governador do estado, são coniventes com esse tipo de situação que aconteceu na ocupação no bairro Jardins em São Paulo, sendo que são os primeiros a desalojar e reprimir famílias que reivindicam por habitação.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos a todas as famílias e moradores. Nos revoltamos e repudiamos completamente essa absurda tentativa de intimidação contra os moradores, é uma ameaça clara não só a aqueles que estão ali, mas também a todos os movimentos sociais.

Pode te interessar:

Bruno Covas faz reintegração de posse em bairro nobre em SP desalojando dezenas de famílias

Doria anistia empreiteiras milionárias enquanto deixa 482 famílias sem moradias

Que reforma urbana defendemos para São Paulo?




Tópicos relacionados

Reforma Urbana   /    Bruno Covas   /    MTST   /    João Doria   /    Moradia   /    Sociedade   /    São Paulo

Comentários

Comentar