Mundo Operário

GREVE NA FRANÇA

Greve na França contra as reformas de Macron chega aos aeroviários

Nessa terça-feira os sindicatos dos setores de transportes da França impulsionaram uma importante greve, que foi incorporado não somente pelos trabalhadores ferroviários, mas a mobilização dos trabalhadores também chegou nos transportes aéreos, com participação ativa da companhia de aviões AIR FRANCE.

terça-feira 3 de abril| Edição do dia

Nessa terça-feira a empresa da Air France pararam o trabalho pela sua quarta vez em mais de um mês, reivindicando o aumento geral dos salários em 6%. Cerca de 75% dos voos ocorreram normalmente, tal como na última greve dos trabalhadores da Air France. Os trabalhadores também querem paralisações para mais dias, como dias 07, 10 e 11 de abril.

Contudo o processo de luta dos trabalhadores ocorre de forma mais intensa e decisiva, na greve dos ferroviários. Os ferroviários iniciaram hoje o primeiro dia de uma greve que prometem ser de 3 meses, sendo hoje o início de uma luta intensa de reivindicações dos trabalhadores dos trens. As paralisações vão se repetir por mais vezes, a cada cinco dias até o mês de junho. Esses protestos provocarão grandes agitações entre os trabalhadores na luta por seus direitos. Linhas para Espanha, Suíça e Itália estão na lista de mais agitação em prol da greve.

Saiba mais: Greves dos ferroviários paralisam a França e enfrentam governo de Macron




Tópicos relacionados

Mundo Operário   /    Internacional

Comentários

Comentar