Mundo Operário

MOVIMENTO OPERÁRIO

Grande conquista: metroviários demitidos por Alckmin na greve de 2014 são reintegrados

quinta-feira 12 de abril| Edição do dia

Os metroviários de SP, demitidos políticos do governador tucano Geraldo Alckmin (que acaba de ser safado pelo STJ e a Lava Jato) na greve de 2014, foram todos reintegrados nesta quinta-feira. A decisão foi referendada em assembleia.

A Gerência Jurídica do Metrô de SP afirmou acordo de reintegração com o Sindicato dos Metroviários.

Esta conquista enorme para os trabalhadores do metrô - e de todo o país - foi fruto da própria batalha incessante pela reintegração, contra o governo Alckmin e a empresa do metrô, onde parte fundamental desta batalha foi a enorme solidariedade de classe dos metroviários com seus demitidos. Sem dúvida será um grande alento para os lutadores dessa categoria cujo papel chave pôde ser visto nas jornadas de 15 de março e 28 de abril de 2017.

A categoria dos metroviários está em plena campanha salarial. A empresa do metrô havia adiantado uma proposta indecente, condicionando o legítimo reajuste a ataques ainda maiores aos trabalhadores (como a terceirização das bilheterias e o seguimento do projeto de privatização). Esta reintegração fortalecerá a moral dos trabalhadores para arrancar suas demandas do governo do PSDB e da empresa.

Leia abaixo:




Tópicos relacionados

PSDB   /    Alckmin   /    Metrô   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar