Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Governo responde Carolina Cacau com FakeNews sobre reforma da previdência

terça-feira 6 de fevereiro| Edição do dia

Para o golpista Temer, não falta dinheiro gasto com a propaganda mentirosa em defesa da reforma da previdência, enquanto sobram cortes nos direitos dos trabalhadores. Carolina Cacau, professora da rede pública do Rio, questionou o governo nas redes:

Com centenas de milhares repudiando a reforma, que não é aceita pela maioria da população, um dos asseclas de Temer respondeu, com o cínico (e mentiroso) discurso de que a reforma atacaria os privilégios dos políticos:

O Twitter "Governo do Brasil" só "esqueceu" de dizer que as regras valem apenas para os "novos parlamentares"! Isso consta (escondido) em declaração oficial da própria Secretaria de Fazenda (quinto parágrafo).

O discurso beira ao absurdo da mentira deslavada e golpista, já que a maioria destes políticos nem mesmo trabalham e recebem imensos auxílios moradia, vales-paletó, usam carros oficiais e gastam milhões em passagens aéreas, tudo para enriquecer em troca de atacar os trabalhadores e defender os interesses dos empresários.

O governo segue espalhando suas "Fake News" por todos os meios, comprando Silvio Santos com dinheiro, tendo suas propagandas proibidas e depois liberadas pelos (muito bem remunerados) juízes do STF.

ENTENDA: PGR pede para tirar do ar novamente a propaganda mentirosa da Reforma da Previdência

Mas é claro que o juízes, com seus altos salários e auxílios de todo tipo jamais pararão as "fake news" do governo. Estão mais preocupados em pegar aqueles que estão espalhando a verdade sobre seus privilégios e sobre as reformas de Temer.

ENTENDA: 10 Mentiras sobre a Reforma da Previdência contadas por Temer




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Governo Temer   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar