DIREITO AO ABORTO ARGENTINA

Gigantesca manifestação de mulheres argentinas pelo direito ao aborto

No dia de ontem, 13, as ruas argentinas ficaram abarrotadas por uma maré verde em defesa do direito ao aborto, que começou a ser votado na Câmara de Deputados. Foram centenas de milhares de mulheres por todo o país representando as milhares mortas todos os dias em abortos clandestinos.

quinta-feira 14 de junho| Edição do dia

Uma multidão se concentrou ao redor do Congresso Nacional para apoiar a lei pelo aborto legal, seguro e gratuito, que permaneceu até o fim da votação de ontem, retomada hoje pela manhã.

Milhares de mulheres gritavam: “Aborto legal, se debate no congresso, o conquistamos na rua” no centro de Neuquén, onde se concentraram para manifestar e acompanhar o debate no Congresso.

Em Córdoba, milhares de pessoas ocuparam as ruas em frente ao Museu de Antropologia exigindo aborto legal, seguro e gratuito. (Saiba mais)

Ao mesmo tempo, ocorriam marchas “pelo direito a vida” e contra o projeto de legalização do aborto, que ficaram apagadas frente a magnitude da maré verde na Argentina. Veja um vídeo de Drone comparando as manifestações:

Estudantes secundaristas e universitários de Montero, Buenos Aires e Córdoba, realizaram ocupações além de outras manifestações se somando a batalha pela legalização do aborto. (Saiba mais)

Panelaço pelo aborto legal na Filosofia da UNT. (Saiba mais)

No Brasil, São Paulo e Rio de Janeiro tiveram suas sedes do consulado argentino recebidos com manifestações de solidariedade internacionalista à luta das mulheres pela legalização do aborto na Argentina. (Saiba mais)

Assista ao voto do deputado Nicolás Del Caño, pelo Partido dos Trabalhadores Socialistas (PTS), partido irmão do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) neste país.

Programa especial para o histórico 13 de Junho




Tópicos relacionados

Nicolás del Caño    /    Direito ao aborto

Comentários

Comentar