Mundo Operário

RIO DE JANEIRO

Funcionários da empresa de ônibus Litoral Rio entram em greve

Motoristas, cobradores e demais funcionários da Litoral Rio decidiram entrar em greve hoje, depois de um dia de protestos na quarta-feira, 28 de fevereiro, e de um dia de paralisação ontem, 1º de março.

sexta-feira 2 de março| Edição do dia

A desculpa da crise promovida pelo governo golpista e a reforma trabalhista, que dá aos patrões o direito de oprimir sem temer, estão fazendo com que os proprietários de empresas percam de vez qualquer resquício de vergonha na cara que ainda pudessem ter. Mas, ao mesmo tempo, também leva, ainda que parcialmente, trabalhadores a se organizar para poder ter seus parcos direitos garantidos. É o que estão fazendo os motoristas, cobradores e demais funcionários da Litoral Rio, que decidiram entrar em greve hoje, depois de um dia de protestos na quarta-feira, 28 de fevereiro, e de um dia de paralisação ontem, 1º de março.

A Litoral Rio está há 1 ano sem pagar as férias dos seus funcionários e escolhe os meses em que vai depositar o vale-refeição. A mensagem é bem clara: nem comida nem lazer. Além disso, os salários estavam atrasados havia dois meses. Depois dos protestos de quarta-feira, foram feitos os depósitos, mas só para alguns: os funcionários que trabalham internamente não receberam o pagamento e sequer lhes foi dada uma previsão de quando isso aconteceria. Pelo contrário, os que foram reclamar da situação denunciam que a postura abusiva da empresa não conhece limites. Para os descontentes, a saída que dão é apresentar-se ao RH, que funciona até as 20h, para pedir sua demissão. Simples assim. E ainda acrescentam que quem for trabalhar deve estar ciente de que não vai receber.

Impossível não pensar na pergunta que fez a escola de samba Paraísos da Tuiti: “Meu Deus, está extinta a escravidão?” Não está, e a depender da elite desse país, nossa condição de “cativeiro social” só tende a se aprofundar. Por isso, é preciso apoiar lutas como a dos funcionários da Litoral Rio e de todo trabalhador que se levante contra seus senhores.




Tópicos relacionados

Greve   /    Transporte   /    Rio de Janeiro   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar