Internacional

VENEZUELA

Venezuela: Fortes protestos e saques em Cumaná

quinta-feira 16 de junho de 2016| Edição do dia

Desde a manhã de terça-feira, segundo meios jornalísticos, na avenida GranMariscal, Av. Perimetral, Centro Comercial Cumaná, Av. Carúpano, entre outros setores da cidade, a população exigiu a distribuição de alimentos, formando filas desde as primeiras horas a espera de caminhões com comida, que não chegaram. Esta situação propiciou o fechamento de ruas com barricadas.

Em meio a essa espera, e produto da impaciência e da necessidade, ocorreram saques entre 69 e 78 estabelecimentos comerciais, segundo diferentes fontes.

O prefeito de Cumaná, David Velásquez, chavista, decretou a suspensão da circulação de motocicletas na cidade por 72 horas, falando em “manter a calma”.
Nas redes sociais, já circulam denúncias de graves repressões por parte da Guarda Nacional Bolivariana (GNB), que teria resultado em 2 mortos e mais de 25 feridos, embora estes dados ainda não tenham sido oficialmente confirmados.

Por sua vez, a entidade de direitos humanos PROVEA publicou em sua conta do Twitter: “Crescente repressão e abusos militares causaram a morte de 3 venezuelanos em protestos por comida realizados nos dias recentes”.

A Venezuela atravessa uma crise de desabastecimento em matéria alimentar que vêm se agudizando nos últimos três anos; entre os alimentos que estão ausentes dos principais supermercados do país, estão: arroz, azeite, macarrão, leite, farinha e pão.

Certamente, o governo dirá que os saques foram “organizados pela direita”. Por mais que a direita aproveite esta situação para jogar água no próprio moinho, o certo é que a crise de desabastecimento golpeia de fato aos setores mais castigados do povo.

Tradução: Seiji Seron

Leia também:

Protestos em Caracas pela escassez de produtos básicos http://www.esquerdadiario.com.br/Protestos-em-Caracas-pela-escassez-de-produtos-basicos

Os comitês de abastecimento de Maduro podem solucionar a escassez? http://www.esquerdadiario.com.br/Os-comites-de-abastecimento-de-Maduro-podem-solucionar-a-escassez




Tópicos relacionados

Venezuela   /    Internacional

Comentários

Comentar