Gênero e sexualidade

TRANSFOBIA FAZ MAIS UMA VÍTIMA

Feirante morre ao tentar defender a irmã de agressão transfóbica

quinta-feira 9 de novembro| Edição do dia

Um feirante chamado Petherson Roberto dos Santos Vicente, 24 anos, morreu espancado por um agressor que ameaçou jogar a bicicleta em cima de sua irmã transgênero, após tentar salvá-la nesta quarta-feira (8) no Jardim São Luís, zona sul de São Paulo.

Hoje no Brasil é bastante presente a transfobia que gera mortes e agressões diariamente contra toda a população trans.

A expectativa de vida de uma pessoa transgênero no Brasil é 35 anos, sendo também o país mais genocida de LGBT’s no mundo, tendo como recorde 347 mortes violentas apenas em 2016.

Essa violência nos dias atuais são o resultado dos discursos de ódio e preconceito propagados pela igreja, pelo estado e pelas figuras mais reacionárias e conservadoras
(como Bolsonaro, Feliciano, Silas Malafaia e outros do mesmo nível), que expressam seus ódios às minorias e incentivam muitas pessoas a agirem da mesma forma ultrapassada e extremista. A violência contra os LGBT’s deve acabar, nenhum LGBT
a menos!




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar