Política

BOLSONARO

Família Bolsonaro recebeu R$ 730 mil de auxílio-moradia enquanto adquiria inúmeros imóveis

segunda-feira 8 de janeiro| Edição do dia

FOTO: André Coelho/Agência O Globo

Jair Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro recebiam R$ 6.167 por mês, pagos pelos impostos dos trabalhadores, como auxílio-moradia, uma regalia destinada aos ricaços deputados deste país. Como se não bastasse receber essa grana toda, eles são donos de um imóvel em Brasília, como revelou informações da reportagem da Folha.

O apartamento de 2 quartos, com 69 metros quadrados, foi comprado por Jair Bolsonaro no final dos anos 90. Ele recebe o auxílio desde 1995, enquanto que seu filho, Eduardo Bolsonaro, começou a receber em 2015 quando se tornou também deputado federal.

A reportagem da Folha apurou que, ao todo, os dois políticos custaram R$ 730 mil somente com este benefício. Equivalente à 765 salários mínimos do governo Temer, ou o mesmo pago por 58 anos de trabalho (incluindo o décimo terceiro) recebendo este salário.

Além deste apartamento, foi apurado que a família detém, ainda, 12 imóveis em regiões nobres da cidade do Rio de Janeiro. Bolsonaro enriqueceu com a política dizendo que ia "limpar a sujeira. A verdade é que ele preferia retornar a sujeira feita na época dos militares, que nos deixou até hoje heranças corruptas de políticos autoritários que vivem dos privilégios de seus cargos.

Bolsonaro não passa de um demagogo, além de um reacionário direitista inimigo dos direitos democráticos e dos trabalhadores. A única saída para a corrupção é impor que os políticos sejam revogáveis à qualquer momento, recebendo o mesmo salário que uma professora, pela expropriação dos capitalistas corruptos taxando suas enormes fortunas fruto do roubo, estatizando sobre controle dos trabalhadores suas empresas que lucram com estes sistema político carcomido.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar