Juventude

FAÍSCA NO 55 CONUNE

Faísca leva ao CONUNE campanha "tomar a greve geral nas nossas mãos"

Faísca - Juventude anticapitalista e revolucionária - levou a campanha ao Congresso da UNE para expandi-la nacionalmente na juventude

domingo 18 de junho| Edição do dia

Nós da Faísca-Juventude Anticapitalista e Revolucionária que viemos com uma delegação para observar o CONUNE trouxemos uma ideia e estamos tentando transformá-la em força real aqui no congresso: precisamos, nós jovens estudantes, junto aos trabalhadores tomar a greve do dia 30 nas nossas mãos.

Essa é uma ideia que se pauta a partir da necessidade urgente de derrotar as reformas e o governo golpista. Sabemos que só com o avanço da luta organizada dos trabalhadores que entraram em cena na greve geral do dia 28 é possível derrotar Temer, e justamente por isso não podemos estar nas mãos das burocracias sindicais que já estão mostrando sua intensão de desmontar a próxima paralização.

Paulinho, da Força Sindical, já sinaliza retroceder na greve do dia 30 quando diz que "é preciso pensar melhor". De forma menos descarada, mas tão traidora quanto, a CUT e CTB diluem a greve geral em um "Junho e lutas" rumo a uma greve geral ideal, cada vez mais abstrata. Aqui no CONUNE não é diferente, a direção majoritária da UJS (PCdoB) e PT abafam a greve geral sob a campanha de Diretas Já, os campos opositores se adaptam de forma mais ou menos aberta e o espaço do congresso, onde milhares estudantes poderiam estar articulando um verdadeiro plano de guerra para sair daqui e junto aos trabalhadores construir uma greve geral ainda mais forte que a do dia 28 de abril, se torna um espetáculo de grandes aparições para abafar a traição das centrais sindicais.

O rechaço de cada um dos milhares de jovens presentes aqui contra Temer e seus ataques não pode ser sufocado pelos interesses particulares das direções petistas que só pensam em eleger Lula, ou de setores da esquerda que não oferecem uma saída independente levando ao abismo da confiança na justiça e na polícia, como o Juntos!

Por isso discutimos com centenas de estudantes para mostrar que é sim possível uma saída nossa, pela força da nossa luta. Façamos assembleias e comitês nos locais de trabalho e estudo, elegermos representantes regionais para articular a luta e toma-la em nossas mãos. Não podemos deixar que nos traiam! Essa greve é nossa!

Confira a campanha de fotos com estudantes presentes no CONUNE:




Tópicos relacionados

greve geral   /    Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    #30J   /    Greve Geral   /    Greve   /    Juventude

Comentários

Comentar