Mundo Operário

FÁBRICA OCUPADA

Fábrica é ocupada em Franca pelo pagamento de salários

quarta-feira 14 de dezembro de 2016| Edição do dia

A fábrica de sapatos BBT no bairro paulistano foi ocupada no dia 9 e desocupada no mesmo dia. A medida foi tomada devido ao não pagamento dos salários e do décimo terceiro. Cerca de 80 trabalhadores participaram da ação.

Como já é de praxe a patronal alega não ter dinheiro para o pagamento dos salários, mas os trabalhadores descobriram a mentira, que havia dinheiro e o não pagamento fazia parte do plano de fechar a unidade de Franca para futuramente reabri-la em outra cidade.

Trata-se de um tipo de calote muito comum por parte da patronal. Utilizando-se do argumento da crise os patrões escondem seus lucros e seu capital acumulado e alegam não ter dinheiro para pagar os salários. Após a demissão massiva e o suposto fechamento da empresa, uma nova unidade é aberta recontratando trabalhadores com salários mais baixos, deixando os antigos trabalhadores desempregados em sem direitos.

Este é um dos métodos mais cínicos e crués da patronal, se aproveitando do argumento da crise e do alto índice de desemprego para aumentar seus lucros em detrimento do salário e da vida dos trabalhadores.

Recentemente a grande multinacional Mabe, em Campinas, se utilizou do mesmo esquema para demitir mais de 2 mil trabalhadores, fechar as portas, para depois reabrir com outro nome e salários mais baixos.

Muitas greves e lutas estão sendo travadas neste fim de ano, tendo como pauta o pagamento dos salários atrasados e o pagamento do décimo terceiro, a jogada dos patrões e aproveitar do clima de apreensão com a onda de demissões dos últimos anos é avançar retirando os salários e décimo terceiro, vemos agora até parcelando dissídio coletivo, em sua maioria negociado abaixo da inflação, ou seja, temos uma perca do poder de compra do salário.

Na atual situação nossos direitos básicos estão sendo atacados, é um enorme absurdo! A polícia e a justiça se mostram mais uma vez que são rápidos em defender os patrões! Que agora estão pensando em como aumentar a exploração e arrancar ainda mais o coro dos trabalhadores e garantir seu lucro.

O salario é nossa única fonte de renda, onde retiramos nosso sustendo, a BBT quer dar um calote e não aceitaremos! Expressamos nosso apoio a luta dos sapateiros de Franca e chamamos a todos a se solidarizarem junto conosco. Frente a crise é necessário a organização e métodos mais radicalizados de luta dos trabalhadores, por nossos salários e defesa do nossos empregos. Toda força a luta dos sapateiros!




Tópicos relacionados

Mundo Operário

Comentários

Comentar