Internacional

ESTADOS UNIDOS

Extraditado para os EUA Chapo Guzmán, chefe do cartel de Sinaloa

Horas antes da posse de Donald Trump, Joaquín Guzmán Loera foi transferido para o aeroporto internacional de Ciudad Juárez para ser extraditado e entregue as autoridades estadounidenses.

sexta-feira 20 de janeiro| Edição do dia

Joaquin "El Chapo" Guzmán Loera está no aeroporto internacional de Ciudad Juarez para ser extraditado aos Estados Unidos.

O destino anunciado para o chefe do cartel de Sinaloa é a cidade de Nova York.

A Secretaria de Relações Exteriores do México mencionou em comunicado que "os direitos humanos de Guzmán Loera não foram violados" pelo processo de extradição.

"Dando seguimento, para cumprir os acordos de extradição, essa autarquia do governo federal pôs a disposição da PGR (Procuradoria-Geral da República) Joaquín Guzmán Loera, e através da mesma, o governo da República entregou Guzmán Loera as autoridades dos EUA."

Essa medida foi realizada um dia antes da posse de Donald Trump a presidência dos Estados Unidos, e foi interpretada por distintas mídias e analistas como um presente de Enrique Peña Nieto nas vésperar da asceção do magnata republicano, atendendo as exigências que as autoridades judiciais estadounidenses fizeram a mais de um ano. Trata´se de uma nova mostra de docilidade a nova administração da Casa Branca, que se soma a nomeação de Luis Videgaray - publicamente defendido por Donald Trump - para a Secretaria de Relações Exteriores.




Tópicos relacionados

Donald Trump   /    México   /    Estados Unidos   /    Internacional

Comentários

Comentar