Cultura

LITERATURA

Exposição 1

sexta-feira 3 de março| Edição do dia

Arrepio-me a pensar no risco. Estou para propor algo que não tenho nenhum domínio. Ler-se em questões anteriores (relato-fato não consumado) aquilo que me atravessa. E esses Aquilos agora começam a querer sair mais de mim. Tem uma frase dita por boca de uma senhora de 83 anos, que criou os filhos, os netos, e assim essa frase é compartilha pelos ventos, pelas bocas. Frase é “Tem que aparecer para ser visto”, sabedoria. Aparecer, ser visto, está vendo, avistar. Tudo isso muito tem haver com visão, mas muito tem haver com varias coisas, e são essas varias outras coisas que me pegam, me pegam de jeito, elas me prensam contra a parede e me dão um beijo na boca, que vira minha cabeça, fico suado e a questão só cresce. O risco que falei no começo vem porque “ser visto” “aparecer”, é está exposto. Se expor é algo arriscado, e totalmente do domínio do acaso.

No dicionário exposição é:

substantivo feminino

1.apresentação organizada de um assunto, oralmente ou por escrito; explanação.

"fez uma e. clara de seu pensamento"

2.conjunto de objetos similares, expostos para visitação pública.

"e. de quadros"

3.p.met. o local onde esses objetos ficam expostos.

4.modo pelo qual a luz incide em prédio, aposento, objeto etc.

5.fot período de tempo em que uma emulsão fotográfica se submete à ação da luz.

6.fís.nuc medida da quantidade de radiação por raios gama ou X, à qual um corpo está exposto, obtida pela quantidade de energia produzida pela ionização quando da passagem destes no ar.

7.mús a primeira seção de uma forma de sonata na qual são apresentados os vários temas.

8.mús numa 2fuga, primeiro bloco de apresentações temáticas.

Dito isso, irei me expor.

Desenho: Helio Bartsch

Modelo: Kaerni Ireak (Marcelo Magalhães)

Texto: Marcelo Magalhães




Tópicos relacionados

Literatura   /    Cultura

Comentários

Comentar