Juventude

USP

Estudantes da USP exigem que o DCE chame assembleia geral para organizar os estudantes

terça-feira 10 de abril| Edição do dia

Estudantes da USP em conjunto com militantes da Juventude Faísca realizam abaixo-assinado para que o DCE (entidade estudantil dos estudantes dirigido pelo PT, UJS e Levante Popular da Juventude) construa uma assembleia geral para se organizarem contra os ataques do governo golpista sobre nossos direitos, como a retirada do nosso direito de decidir em quem votar, com a prisão do Lula, e contra a segregação dos trabalhadores terceirizados do bandejão que, além do trabalho precário, estão passando fome impedidos de comer no bandejão.

Reproduzimos a seguir o abaixo-assinado

O DCE da USP precisa convocar uma Assembleia Geral para dia 19

Nas últimas semanas, o país tem passado por acontecimentos muito intensos. O julgamento do STF, onde 11 juizes cheios de privilégios deram o aval para a prisão arbitrária de Lula, com os aplausos da globo e dos militares. É só uma mostra de como essa democracia é degradada. Somos contra a prisão do Lula, defendemos o direito que o povo decida em quem votar.

O brutal assassinato da vereadora Marielle, escancarou a real face da Intervenção Federal e da ação das forças repressivas do Estado, a polícia. O fato teve repercussão nacional e internacional e abriu profundos questionamentos ao governo golpista e aos ataques da direita.

Dentro da USP já tivemos mais uma tentativa de ataque ao H.U. pela reitoria, que desde o ano passado fecha alas do hospital; também a falta de professores em diversos cursos por falta de contratação fez com que matérias chegassem a ser canceladas em algumas faculdades; e nos últimos dias ficamos sabendo que a reitoria está deixando os novos trabalhadores terceirizados do bandejão PASSAREM FOME ao não deixa-los comer no restaurante assim como fazem os efetivos, enquanto quilos de comida são jogados fora todos os dias. Chegam ao absurdo de não deixar com que esses trabalhadores se troquem no mesmo vestiário! Ou seja, na universidade de excelência, os trabalhadores terceirizados, em sua maioria mulheres negras que recebem salários mais baixos pelo mesmo serviço, são segregados dentro dos seus locais de trabalho.

A resposta que os servidores municipais deram a um desses ataques (o Sampaprev de Doria) mostra que não seremos calados e que com a luta e a organização pela base é possível derrotar Doria e todos os golpistas. Para que essa organização seja possível, é mais do que necessário que o Diretório Central dos Estudantes (DCE) convoque uma Assembleia Geral, um espaço político e deliberativo, onde possamos discutir sobre todos esses acontecimentos e tirar ações. No dia 26 está sendo chamado pelo Fórum da Seis um indicativo de paralisação das três estaduais paulistas, precisamos de um assembleia geral dos estudantes da USP fortemente construída para que possamos deliberar nossa adesão a essa mobilização. Se a intenção é construirmos de fato essa paralisação, é necessário que a assembleia seja uma semana antes, no dia 19, para que dê tempo de acontecer assembleias na base dos cursos. Chamamos todos os estudantes e as organizações da esquerda a assinarem esse chamado e se somarem a essa exigência.

Assinam esta carta:

Juventude Faísca - Anticapitalista e Revolucionária

Grupo de Mulheres Pão e Rosas

Quilombo Vermelho - Luta Negra Anticapitalista

Natália Ximenez
Sociais

Igor Ogawa
Letras

Alex Deloya
Sociais

Vanessa Avelina da Silva
Letras

Stefani dos Reis Berioni
Pedagogia

Isadora Ferreira Candal
Letras

Lana Cocci
Pedagogia

Clara Oliveira Sousa de Almeida
Pedagogia

Nathália Sola Rocha
Pedagogia

Laura Beatriz S. Zanoni
Letras

Rodrigo Posoit
Letras

Edson S. Nery
Letras

Larissa Lisboa
Letras

Amanda Gomes
Letras

Laryssa de Souza
Letras

Alisson Komeya
Letras

Luiza Viana
Letras

Daniel Brito
Letras

Tonne de Andrade
Historia

Fernanda Souza Fiamincini
Letras

Caetano Souza Romão
Letras

Rafael Barros
Letras

Fernando Bustamante
pós-graduação Letras

Vanessa Dias
Letras

Bianca Coelho Balbino de Azevedo
Letras

Rafaella Marino Lafraia
Saúde Pública

Cristina Rose
Letras

Aline Toffoli Martins
Letras

Mariana Duarte
Letras

Giovana Maria de Sousa
Letras

André Arruda
Letras

Gabriella novais Couto
Letras

Lara F. Z. Guimarães
Letras

Juliane Santos
Letras

Mariana Pereira vilas boas
Pedagogia

Beatriz Hitos Silva
Pedagogia

Jessica de Souza Antunes
Letras

Odete Cristina Aristides de Assis
letras

Victoria Santelo
Letras

Ligia Castro Costa
Letras

Keyth Costa Pereira
Letras

Stephanie Sousa
Letras

Weckson Vinicius Dantas de Souza Oliveira
Sociais

Isadora Romero dps Reis Lisboa
Pedagogia

Maday Dodamin Vallejos Montano
Pedagogia

Lucca Ignacio
Pedagogia

Natália Hirose
Sociais

Jaqueline Trevilato
Letras

Flavia Toledo
Letras

Mariana Guerra Castro
Direito

Loreta Wenzel
Geografia

Sophia Calil Breymaier
Pedagogia

Aline Vieira Pinto Belintani
Pedagogia

Pillar Bellardi Costa
Pedagogia

Verônica Guilherme Mega
Psicologia

Lucas Barreto Lima
Letras

Graziela Alves Pereira
Pedagogia

Thiago Rodrigues Gomes
Sociais

Bruna de Lima Garroux
Educação Física




Tópicos relacionados

USP   /    São Paulo (capital)   /    Juventude

Comentários

Comentar