Opinião

PARAÍBA

Esquerda Diário participa da mesa ‘Teoria Marxista da Dependência: Subdesenvolvimento e Revolução’

Já está disponível o vídeo da mesa de abertura da III Semana de Economia Política da Universidade Federal do Ceará: que contou com a presença do professor Dr. Gonzalo Rojas da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e por Esquerda Diário.

Shimenny Wanderley

Campina Grande

quarta-feira 15 de junho de 2016| Edição do dia

Como informou este Jornal, no período de 01 a 03 de junho aconteceu em Fortaleza (CE) a III Semana de Economia Política da Universidade Federal do Ceará: Acumulação de capital e Emancipação Humana, subdesenvolvimento, crise ambiental e lutas sociais no século XXI, organizada pelo Núcleo de Economia Política (Viès). No dia 01 de junho tivemos a mesa de abertura do evento intitulada Teoria Marxista da Dependência: Subdesenvolvimento e Revolução, que contou a com a participação do Prof. Dr. Gonzalo Rojas como professor de Ciência Política da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) por Esquerda Diário e o Prof. Dr. NildoOuriques do departamento de economia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

No dia 04 de junho o Jornal Esquerda Diário publicou uma matéria de minha autoria com detalhes sobre a mesa com elementos descritivos e analíticos.

O prof. Gonzalo Rojas em sua análise sobre a conjuntura apresentou a posição do Esquerda Diário e do MRT. Por fim, recomendou algumas leituras que foram fundamentais para a apresentação do tema da mesa: um artigo publicado na Revista Iskra - Revista de Teoria e de Política Marxista nº II de outubro de 2009 escrito por Daniel A. Afonso intitulado: A teoria da dependência no contexto do pensamento social brasileiro: as ideias de Cardoso e Marini sob olhar do marxismo revolucionário; e Escritos Latino-americanos de León Trotsky.

Na oportunidade foram discutidos temas relevantes como a conjuntura política atual, teoria marxista da dependência e uma análise crítica desta apresentando potencialidades e limitações em particular na versão de Rui Mauro Marini, a necessidade de um programa revolucionário e estratégias rumo a revolução socialista. Foi um momento importante para aprofundar a discussão sobre teoria marxista tão necessário na academia, na perspectiva central de politizar as discussões para intervir na luta de classes na atual situação de crises econômica e política.

Hoje estamos em condições de disponibilizar o vídeo da mesa de abertura editado por Nivalter Aires membro do Praxis – Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Estado e Luta de Classes na América Latina da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e mestrando em Ciências Sociais pela referida universidade. São sete vídeos com a totalidade da mesa e as questões levantadas, seis de 23 minutos e um último de pouco menos de 5 minutos. Segue o link de acesso aos vídeos.

Em síntese foi uma mesa política que fez um debate teórico relevante que serviu para debater conjuntura, teoria marxista e a necessidade política da revolução socialista.




Tópicos relacionados

Opinião

Comentários

Comentar