Sociedade

Crise para quem?

Em meio à pandemia, bancos privados alavancam seus lucros no 3º trimestre de 2020

Resultados dos 3 maiores bancos privados do país (Itaú, Santander e Bradesco) em relação ao trimestre anterior mostram que seus lucros mais uma vez só aumentaram, mesmo em meio à crise e a pandemia.

quinta-feira 26 de novembro de 2020| Edição do dia

Resultados financeiros do 3º trimestre de 2020 dos 3 maiores bancos privados de varejo no Brasil: Itaú, Bradesco e Santander apontam um aumento no lucro líquido de 19,6%, 19,6% e 82,6% respectivamente em relação ao trimestre anterior.

Além de seus próprios lucros, os maiores bancos privados do país também tem aumentado as estatísticas do desemprego, demitindo milhares de trabalhadores em meio à pandemia, isso sem falar do lobby habitual pelas reformas, trabalhistas, administrativas e da previdência para seguir garantindo seus lucros, escoando os recursos nacionais para o pagamento da dívida pública.

Os números dos balancetes financeiros dos maiores bancos privados do país são uma fria expressão do que, na realidade, significa um punhado de capitalistas garantindo o aumento de seus lucros às custas da degradação das condições de vida da maioria da população, que em meio à pandemia que volta a bater recordes mundiais de mortos pela covid-19, ainda tem que se enfrentar com o aumento do desemprego e dos preços de alimentos e itens de consumo básico.




Tópicos relacionados

Desigualdade   /    COVID-19   /    Coronavírus   /    Capital financeiro   /    Bancos   /    Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    crise econômica   /    Sociedade   /    Economia

Comentários

Comentar