Educação

GREVE DOS PROFESSORES

Em Canoas, professores e estudantes fazem ato em apoio à greve da Educação no RS

quinta-feira 21 de novembro| Edição do dia

No fim da tarde de hoje (20), estudantes e professores das Escolas Estaduais na cidade Canoas, realizaram ato em solidariedade à greve da educação contra os ataques neoliberais que o governo de Eduardo Leite quer aplicar nos servidores gaúchos. O ato teve início na Escola Dr Carlos Chagas e seguiu em marcha até a BR-116 onde os manifestantes subiram na passarela que cruza a rodovia e receberam apoio dos motoristas.



O ato contou com dezenas de estudantes e professores das escolas Dr Carlos Chagas, Barão do Amazonas, do Cristóvão Colombo, Rondon e André Puente. Além de universitários e apoiadores que participaram da manifestação.

Em outras cidade do Estado como Bento Gonçalves, Sapucaia do Sul, Herveiras, Sobradinho, Portão e na capital Porto Alegre, ocorreram e irão ocorrer atos em apoio a greve. A greve começou nesta segunda-feira (18) já conta com mais de 1300 escolas paradas total ou parcialmente.

A greve dos professores estaduais do Rio Grande do Sul se enfrenta com um brutal pacote de ajustes que Eduardo Leite quer aprovar contra o funcionalismo público, um ataque que vem como continuidade regional da terrível Reforma da Previdência aprovada por Bolsonaro, Guedes, Maia e o congresso. É preciso cercar de solidariedade essa greve para o funcionalismo público e a classe trabalhadora gaúcha possam derrotar os planos de Leite para nos fazer pagar a conta da crise.

É necessário prestar todo apoio à greve dos professores, para que se massifique e tenha apoio da maioria da população, e construir um plano de lutas sério que derrote o conjunto de ataques aos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Eduardo Leite   /    Rio Grande do Sul   /    Greve Professores RS   /    Educação

Comentários

Comentar