Gênero e sexualidade

#NENHUMAMENOS

Em Campinas, mulheres se organizam contra feminicídio

Reunião contou com uma centena de mulheres dispostas a combater todo tipo de machismo e misoginia.

terça-feira 3 de janeiro| Edição do dia

Uma centena de mulheres se reuniram ontem (02/01) no Sindicato da Construção Civil para expressar seu repúdio a chacina com motivações machistas e misógenas ocorrido na noite de ano-novo em Campinas. Elas alertaram para o caráter de "crime passional" que a grande mídia vem tentando dar a história e relembraram os diversos casos que a câmara de vereadores de Campinas vem atacando o direito de organização das mulheres, com a lei contra debate de gênero nas escolas e diversos projetos polêmicos ao longo do ano passado.

Para chamar a atenção contra a culpabilização da vítima, que vinha denunciando Sidnei (o autor da chacina) várias vezes nos últimos 10 anos, e as situações de extrema violência que as mulheres vem passando nos últimos tempos no Brasil, elas estão divulgando um ato dia 05 de janeiro pela página: "NENHUMA A MENOS - CAMPINAS"

O Esquerda Diário se coloca junto as mulheres que combatem o feminicídio e querem dar um basta a violência contra mulher, por isso chamamos todas e todos para o ato dia 05 às 17 horas no Largo do Rosário

Veja aqui o link do evento




Tópicos relacionados

Campinas   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar