Política

AGROTÓXICOS

Dobra a intoxicação por agrotóxico em 10 anos no Brasil

Desde 2009, foi dobrado o número de pessoas intoxicadas pelos agrotóxicos, passando de 7.001 para 14.664, sendo que entre essas pessoas estão as populações rurais, os consumidores e também os trabalhadores rurais que já sofrem com a exploração de seu trabalho.

quinta-feira 9 de maio| Edição do dia

Desde 2009, foi dobrado o número de pessoas intoxicadas pelos agrotóxicos, passando de 7.001 para 14.664, sendo que entre essas pessoas estão as populações rurais, os consumidores e também os trabalhadores rurais que já sofrem com a exploração de seu trabalho.

O envenenamento por agrotóxico pode causar náuseas, sangramentos e tumores, além de sintomas crônicos como mal de Parkinson. Porém, para o agronegócio e os capitalistas que lucram com tal, pouco importa o extermínio dos recursos naturais ou da população, como no caso que ocorreu em maio de 2013 na escola Municipal São José do Pontal, em Rio Verde (GO), no qual 100 pessoas entre alunos e professores que foram intoxicados com o agrotóxico jogado em uma lavoura de milho próxima a região

Para piorar a situação, Bolsonaro e sua cúpula, para além de mutilar a vida da população implementando diversos ataques em favor aos capitalistas também vem aumentando os ataques pela via do envenenamento dos recursos naturais em favor do agronegócio.

Junto a ministra da agricultura Tereza Cristina, também conhecida como “Musa do Veneno”, Bolsonaro liberou o uso de 166 agrotóxicos, entre eles alguns são classificados como “tóxicos” ou “altamente tóxicos”, sendo que alguns são proibidos em outros países.




Tópicos relacionados

ecologia   /    Agronegócio   /    Política

Comentários

Comentar