Política

GREVE DOS PROFESSORES DO RS

Direção do CPERS abre mão da luta contra privatização e governo faz contraproposta

quinta-feira 9 de novembro| Edição do dia

O Comando de Greve do CPERS decidiu, sem passar por assembléia e mutilando as propostas aprovadas nas assembleias dos núcleos, enviar ao governo uma proposta de acordo que retirava uma das principais pautas da greve: a da luta contra o Plano de Recuperação Fiscal, ou seja, contra as privatizações do patrimônio público do RS.

Essa proposta foi enviada pelo comando nessa terça-feira, 7, ao governo do estado. Diante desse recuo feito pelo sindicato e o comando, o governo de Sartori enviou nessa quarta, 8, uma contraproposta. Veja o texto abaixo:

Na prática, a manobra burocrática do CPERS, que aceita a chantagem da privatização imposta pelo governo, significa abrir mão da luta para que a crise tenha uma resposta efetiva, dada pelos trabalhadores, para que sejam os capitalistas a pagar pela crise. O Plano de Recuperação Fiscal é uma chantagem para que os patrões continuem lucrando bilhões enquanto nossos direitos são destruídos e os bens públicos se transformam em mercadoria nas mãos de grandes empresas e especuladores.




Tópicos relacionados

Greve Municipários Poa   /    cpers   /    Sartori   /    Greve Professores RS   /    Greve   /    Crise gaúcha   /    Política   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar