Mundo Operário

MINERAÇÃO

Descoberta grande jazida de minério em Minas Gerais, mais um presente para as grandes mineradoras e sua sede de lucros!

terça-feira 8 de março de 2016| Edição do dia

Mais uma notícia que poderia encher de alegria Minas Gerais e o Brasil nesse período de crise: foi anunciada que acaba de ser descoberta a maior jazida de fosfato do estado de Minas Gerais e uma das maiores do Brasil. A jazida fica entre os municípios de Patos de Minas e Presidente Olegário (região sul de Minas Gerais).

Na agricultura, fosfato se refere a um dos três nutrientes primários das plantas, e é um componente dos fertilizantes. O fosfato é extraído de depósitos de rocha sedimentária e tratado quimicamente para aumentar a sua concentração e torná-lo mais solúvel, o que facilita sua absorção pelas plantas. O fosfato sem tratamento, apenas pulverizado, é normalmente utilizado em cultivo orgânico, ou seja é muito importante para a agro-indústria.

A grande reserva foi encontrada pela empresa privada Magnor e será apresentado o projeto para um investidor privado que será o responsável pela extração da riqueza mineral. Ou seja a população local e o estado ficarão todos na mão dessas empresas, que com certeza irão fazer toda a exploração da grande reserva em busca dos seus lucros, sem se importar com o meio ambiente e os trabalhadores que futuramente irão atuar no projeto.

A expectativa é que dentro de cinco anos já esteja instalada toda a estrutura para as empresas abocanharem seus lucros na região, com todo o apoio de prefeitos locais e lideranças políticas que no projeto estavam eufóricos e soltaram mentiras para população, alegando mais qualidade de vida e desenvolvimento para todos. O que no estado de Minas Gerais cada vez mais vem sendo desmistificada, pois todos sabem que a mineração feita pelas grandes empresas, não deixa riqueza para a população local e sim devastação, atraso e um minúsculo percentual de impostos que ainda são desviados pela corrupção. Riqueza mesmo vai é para o bolso dos acionistas das grandes empresas mineradoras.

Como trabalhadores sabemos as péssimas condições de vida dos mineiros que ganham baixos salários e enfrentam um nível de terceirização enorme, além de conviver em cidades que não tem a estrutura necessária , pois as mesmas são controladas por políticos corruptos que são financiados pelas grandes mineradoras que ditam a esses fantoches a regra do jogo. Por isso nós do esquerda Diário viemos constantemente em nossas matérias insistindo que só a reestatização da Vale com controle dos trabalhadores e população das áreas mineradoras é que podemos reverter a farra da exploração mineral no Brasil, e mudar a lógica do jogo, que a mineração racionalizada e usada para o bem do povo, pode trazer grandes avanços.

Chega de Cidades devastadas!
Chega de exploração aos trabalhadores mineiros, que ganham salários baixíssimos!
Não a terceirização nas minas!
Pela reestatização imediata da Vale do Rio Doce sob controle dos trabalhadores e população das áreas mineradoras!




Tópicos relacionados

Mundo Operário

Comentários

Comentar