Política

POR UMA NOVA CONSTITUINTE LIVRE E SOBERANA

Derrubar Temer para eleger uma Assembléia Constituinte Livre e Soberana

É hora de ir pras ruas, parar o país com uma nova greve geral e derrubar esse governo golpista, barrar as reformas e reverter todas as leis antipopulares aprovadas pelos últimos governos.

quarta-feira 17 de maio| Edição do dia

A cada hora que passa a situação do golpista Temer na presidência da republica fica cada vez mais incerta. Até mesmo os analistas da Globo, apoiadores de primeira hora de Michel Temer, dão a situação do seu governo como insustentável.
Não podemos aceitar nesse momento uma saída negociada, caso Temer venha a cair ou renunciar, que seria a posse do presidente da Câmara dos Deputados para convocar eleições indiretas por um Congresso Nacional todo ele comprometido com as denuncias de corrupção.

Também não podemos aceitar que os rumos do país fiquem nas mãos do Supremo Tribunal Federal, ou do Tribunal Superior Eleitoral, uma casta de juízes na qual ninguém votou.

Qualquer saída negociada neste momento, seja via Congresso ou Supremo, virá para garantir a continuidade das reformas que o governo golpista já não tem mais condições de assegurar. Seria o golpe dentro do golpe.

A classe trabalhadora e o povo precisam tomar os rumos da política nas suas mãos. É preciso derrubar Temer para impor eleições para uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana. Eleger um novo presidente, ou um novo congresso, seriam medidas insuficientes. Uma Assembleia Constituinte poderia revogar todas as leis aprovadas pelo governo de Michel Temer e poderia ir além, e revogar todas as leis antipopulares aprovadas por todos os governos desde a Constituinte de 88.

Além dessas primeiras medidas, é necessário colocar em pauta todos os problemas do país, como a reforma agrária, o não pagamento da divida publica, o fim dos privilégios da casta política e do judiciário. Nossa convicção é que medidas dessa profundidade só poderiam ser tomada por um governo da classe trabalhadora, de ruptura com o capitalismo, apoiado nas suas organizações. Porém uma Assembleia Constituinte seria um passo adiante para a organização da classe trabalhadora e para colocar em questão todos os privilégios e o domínio político e econômico da burguesia.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar