ELEIÇÕES 2018

Demonstrando mão-de-ferro, Witzel ameaça prender Paes durante os debates

Especialistas dizem que seu cargo anterior não pode ser usado para embasar voz de prisão.

quarta-feira 10 de outubro| Edição do dia

O ex-juiz reacionário Wilson Witzel (PSC), que ficou em 1º lugar nas votações para o governo do Rio, disse que Eduardo Paes (DEM) está produzindo fake news contra ele, afirmando que se Paes mentisse contra ele em debates iria dar voz de prisão.

Mesmo reclamando das fake news, Witzel é aliado ferrenho de Jair Bolsonaro, um candidato que faz uma campanha apoiada em centenas de notícias falsas veiculadas nas redes sociais, tendo inclusive se recusado a assinar um acordo contra a divulgação de fake news.

O autoritarismo do ex-juiz fica evidente, uma vez que muitos especialistas disseram que a acusação de calúnia, injúria e difamação não era cabível de prisão e que o antigo cargo dele não deveria influenciar nisso. Uma clara intimidação autoritária do aliado de Bolsonaro, tentando se valer do seu antigo cargo como juiz desse judiciário golpista.

Leia Mais: Quem é Wilson Witzel, defensor da intervenção militar nas favelas e de privatizar a UERJ




Tópicos relacionados

Wilson Witzel   /    Eleições 2018   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar