Sociedade

CRISE NO RIO DE JANEIRO

Crivella faz vídeo mentiroso para impressionar na Alemanha enquanto 4 morrem por descaso

O prefeito que diz "estar acompanhando" da Europa os acontecimentos no Rio foi fazer pose na Agência Espacial Europeia (ESA) na Alemanha, pagou mico e excluiu o vídeo da visita. Enquanto isso, 4 pessoas foram mortas e diversos bairros ficaram pelo menos 12 horas sem energia elétrica.

Carolina Cacau

Foi candidata a vereadora do MRT em 2016, é estudante da UERJ e professora da rede estadual.

quinta-feira 15 de fevereiro| Edição do dia

Além das absurdas 4 mortes confirmadas depois da forte chuva de ontem, mais milhares de casas estão há pelo menos 12 horas sem energia elétrica, além de o Hospital Lourenço Jorge ter alagado, e do caos instalado em diversos pontos da cidade, a ciclovia Tim Maia despencou novamente.

Enquanto o Bispo-Prefeito Crivella está na Europa, dizendo "acompanhar a situação" em seu twitter, a mídia continua a empurrar pela nossa goela que a culpa é da chuva, como se não fosse o esperado que chovesse nesse período do ano. O cinismo desse discurso está, além de tudo, que todos os 4 mortos eram do subúrbio ou periferia carioca, um casa em sua casa em Quintino, vítimas de um deslizamento, um policial em Realengo atingido por uma árvore dentro da viatura, e em Cascadura, um adolescente.

Crivella além de tudo pagou um grande mico no evento que esteve presente na Alemanha, na sede da Agência Espacial Europeia (ESA) ao divulgar uma visita oficial que de acordo com um funcionário da instituição entrevistado pela Valor tinha "caráter puramente privado". O funcionário chamou de "badalação" a visita do prefeito ao evento.

Enquanto ele afirmou em vídeo estar "pegando muita informação para saber o que é mais moderno em termos de vigilância, (...) de drone, em termos de informação via satélite, enfim, o que a gente puder para melhorar a questão da segurança no Rio de Janeiro" de acordo com uma fonte da ESA ao Valor, a agência não vende tecnologia de segurança e estão preocupados com a questão do surgimento do universo: "As duas sedes na Alemanha têm funções definidas. Em Colônia são treinados os astronautas e, em Darmstadt, é feito o controle de satélites de observação da terra e do espaço para o envio de informações a centros de pesquisa. Mas nossa principal meta é entender o surgimento dos buracos negros e do espaço".

Crivella envergonhado apagou o vídeo, segundo o Extra, na qual aparecem ele e um engenheiro espanhol representante do ESA. A visita do Bispo virou piada no jornal local alemão, o "Der Spiegel".

Veja aqui um dos papelões do dia de Crivella, em seu Facebook:




Tópicos relacionados

Marcelo Crivella   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Sociedade

Comentários

Comentar