Cultura

CRIVELLA

Crivella ataca cultura negra e tenta impedir Tambores de Olokun de ensaiar em praça pública

Na tarde deste domingo (22), o bloco Tambores do Olokun foi impedido de fazer seu ensaio pela Superintendência da Zona Sul, no Aterro do Flamengo.

segunda-feira 23 de outubro| Edição do dia

Um dos agentes da Superintendência alegou que o bloco precisa de um alvará para tocar no local e afirmou não saber o motivo legal para isso.

Sabe-se que não é necessário um alvará para evento artístico - sem venda de ingresso ou bebida - em local público, como o Aterro do Flamengo. A prefeitura do Rio afirma que manifestações culturais não necessitam de autorização.

Essa é mais uma forma de censurar a arte. Temos que seguir lutando e expressando nossas artes, seja nos Museus ou nas ruas, para que reacionários não censurem - assim como o MBL tentou boicotar uma exposição em Porto Alegre, a direita hipócrita na exposição no MASP - e deixem livre a Cultura. Toda arte é livre.

Veja abaixo Isabela, integrante do Tambores de Olokun e advogada da Comissão de Direitos Humanos da OAB, no momento que a prefeitura tenta impedir o baque:




Tópicos relacionados

Rio de Janeiro   /    Cultura   /    Negr@s

Comentários

Comentar