Sociedade

ELEIÇÕES 2018

Crise de representatividade: 44% dos brasileiros estão pessimistas sobre eleições

Segundo pesquisa realizada pelo Ibope e encomendada pela CNI, a corrupção é o principal motivo apontado entre os que se dizem pessimistas com as eleições de 2018.

terça-feira 13 de março| Edição do dia

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou nesta terça (13) uma pesquisa realizada pelo Ibope, intitulada Retratos da Sociedade Brasileira, onde destaca que 44% dos Brasileiros estão pessimistas em relação à eleição presidencial de 2018. Apenas 20% se consideraram otimistas.

Quando questionados sobre os motivos, as respostas espontâneas mais citadas entre os que se consideram pessimistas foram a corrupção (30%), perda de confiança no governo (19%), falta de opções entre os pré-candidatos para a presidência (16%) e o fato de serem sempre os mesmos candidatos sem possibilidade de mudança ou de renovação (11%).

A pesquisa ainda revela que 75% dos entrevistados não acreditam nas promessas de campanha dos candidatos e quase metade dos entrevistados (48%) não possuem preferência ou simpatia por nenhum partido político.

Os dados da pesquisa expõe uma situação que já é evidente a bastante tempo, a imensa crise de representatividade que predomina na população brasileira. Não à toa candidaturas aventureiras como a de Luciano Huck, ou mesmo nas eleições passadas de Dória, são cogitadas. Predomina no eleitorado um enorme repúdio à casta política, principalmente às figuras tradicionais, todas inseparavelmente vinculadas à corrupção. A população busca por alternativas tanto a esquerda quanto a direita, e abre-se um enorme espaço para a esquerda socialista se colocar audazmente com um programa de luta dos trabalhadores pela transformação radical das estruturas dessa sociedade falida.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Sociedade   /    Política

Comentários

Comentar