Educação

EDUCAÇÃO

Creche é inaugurada em São Paulo sem nenhuma estrutura e colocando crianças em risco

quinta-feira 8 de fevereiro| Edição do dia

Essa semana foi a inauguração da creche na Cidade Dutra, Zona Sul de São Paulo, mesmo sem nenhum equipamento de segurança e materiais pedagógicos básicos inclusive folha de sulfite.

Os pais de alguns dos alunos matriculados na Cemei (Centro Municipal de Educação Infantil) Jardim Kioto, deram declaração expressando como é precária a estrutura da escola e a falta de confiança em deixar os filhos nesta situação. Os pais alegam que as grades colocadas no segundo andar são muito baixas e temem pela segurança dos filhos nessa situação.

Vanessa, uma das mães, disse que, segundo a coordenadora, “está faltando material, estão começando do zero. Os professores estão trazendo materiais para fazer atividades com os alunos”. Na porta da escola tem muito lixo e mato o que dificulta que a passagem seja feita pela calçada, ou seja, para entrar na escola as crianças têm que se arriscar passando pela rua.

Precarização da educação e falta de compromisso do governo com as crianças

Ao ser questionada sobre a situação precária e a falta de estrutura para a abertura da CEMEI a Secretaria Municipal de Educação disse que vai entrar em contato com os pais e apurar a situação. Também afirmou que computadores novos chegam na sexta-feira (9) à CEMEI citada, e a Diretoria Regional Capela do Socorro vai fazer uma reunião com os pais sobre o problema.

As obras iniciaram em 2014, com o objetivo de atender 200 crianças, depois de 4 anos de obra a creche é inaugurada nessas condições. O sucateamento da educação do governador Geraldo Alckmin não é de agora: fechamento de salas, super lotadação, baixa remuneração dos profissionais, falta de estrutura mínima, creche para garantir que as mães possam trabalhar e/ou estudar, mas para isso é necessário ter confiança e garantia de qualidade para deixar as crianças na escola, falta tudo no estado de SP. Precisamos de uma educação publica, gratuita de qualidade e a serviço dos trabalhadores.

LEIA TAMBÉM
- Caos na educação SP: sucateamento rumo à privatização
- Mídia esconde os ataques de Alckmin na educação em São Paulo, nós mostramos
- Nossa Classe Educação defende a reabertura imediata das salas de aulas em SP




Tópicos relacionados

Alckmin   /    Educação   /    Professores   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar