Mundo Operário

CAMPANHA READMISSÃO

Coordenação Nacional da CSP-Conlutas aprova ato pela readmissão de Andreia e contra as péssimas condições de trabalho na JBS

Neste fim de semana, de 21 a 23/08, durante a Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, o Esquerda Diário conversou com Andreia Pires, demitida política da JBS, que falou sobre a sua campanha de readmissão.

quarta-feira 26 de agosto de 2015| Edição do dia

Faço parte dos milhares de trabalhadores e trabalhadoras demitidas no Brasil. Fui demitida por justa causa em janeiro deste ano pela JBS-Seara (Osasco-SP) por participar da organização de um abaixo-assinado que questionou a cobrança das refeições. Estou desde janeiro desempregada e desde janeiro estou lutando pela minha readmissão.”, disse Andreia, na reunião da Conlutas.

Esquerda Diário: O seu Sindicato das Carnes, Derivados e dos Frios de São Paulo, dirigido pelo Partido da Causa Operária (PCO), tem ajudado na sua defesa?

Andreia Pires: Logo após a minha demissão eu procurei o nosso sindicato, mas infelizmente, durante estes oito meses de campanha a diretoria do sindicato, o pessoal do Faca Afiada, não cumpriu o seu papel, ou seja, não apoiou a luta do trabalhador.

O máximo que eles fizeram foi uma panfletagem na porta da fábrica denunciando a minha demissão, mas no mesmo boletim ainda aproveitaram para defender o governo Dilma, que apoiou e foi apoiada pela JBS, principal patrocinadora das campanhas eleitorais do PT e do PSDB. Fora isso não fizeram mais nada e eu tenho insistido muito, procuro o sindicato, ligo, vou lá e é muito difícil conseguir ser atendido por eles, ainda mais conseguir ajuda real, prática.

Esquerda Diário: Como tem sido a campanha, quais os próximos passos?

Andreia Pires: Estão sendo feitas panfletagens em diversas unidades da JBS denunciando esse caso que aconteceu comigo e também as péssimas condições de trabalho. No dia 20 deste mês panfletamos o boletim Nossa Classe no Centro de Distribuição da JBS do quilômetro 26 da Anhanguera (SP), foi o terceiro local já. Também acabamos de aprovar na Coordenação Nacional da CSP-Conlutas a convocação de um ato pela minha readmissão e contra as péssimas condições de trabalho na JBS, no dia 29/09, na sede da FIESP (Avenida Paulista - SP), que será muito importante e convido todos que se revoltam contra tudo que a JBS faz contra os trabalhadores.

Confira mais sobre a luta de Andreia contra a JBS.




Tópicos relacionados

Indústria   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar