Gênero e sexualidade

GRUPO DE MULHERES

Começaram os lançamentos do Manifesto Internacional do Pão e Rosas

Na última sexta-feira dia 12 foi dada largada para os lançamentos no Brasil do Manifesto Internacional do grupo de mulheres Pão e Rosas.

domingo 14 de maio| Edição do dia

Na Casa Socialista Karl Marx de Cultura e Política em São Paulo ocorreu o primeiro lançamento do Manifesto Internacional do grupo de mulheres Pão e Rosas. O lançamento reuniu trabalhadoras de distintas categorias, além de estudantes e jovens. Maíra Machado, diretora da APEOESP pela Oposição de Esquerda e Daphnae Helena, metroviária fizeram a apresentação dos principais pontos do Manifesto.

Para Maíra, o primeiro lançamento foi o ponto de partida para dezenas de novas atividades. "Reunimos diversas companheiras aqui em São Paulo que já saíram do lançamento com os manifestos para organizar reuniões em cada local de trabalho e estudo. Nosso objetivo é chegar a um número muito grande de mulheres pois avaliamos que o enorme fenômeno que as mulheres estão protagonizando tem espaço pra uma estratégia abertamente socialista e revolucionária. Foram muitas companheiras que colocaram suas experiências de vida, no local de trabalho e estudo, sempre com a energia de combater esta sociedade capitalista que tanta miséria produz. Também nos colocamos a disposição pra organizar atividades em locais onde não estamos, expandindo ofensivamente o nosso grupo de mulheres", comentou Maíra.

Daphnae Helena completou apontando as tarefas do próximo momento. "Resgatamos a história do feminismo internacional e as grandes discussões entre feminismo e marxismo para poder encarar a etapa atual, onde o neoliberalismo também buscou cooptar e domesticar as nossas demandas. Por isso, ter clareza de que nossos avanços e conquistas devem servir para potencializar uma luta anticapitalista e ao lado da classe operária é fundamental, por isso o grupo de mulheres Pão e Rosas deve estar na linha de frente da luta nacional contra a reforma da previdência e o governo golpista de Temer, de forma independente do PT", declarou Daphnae.

Nas próximas semanas o Pão e Rosas deverá não somente divulgar a agenda de lançamentos e atividades, como iniciar as vendas da segunda edição do livro "Pão e Rosas - Identidade de gênero e antagonismo de classe no capitalismo", de Andrea D’Atri do Pão e Rosas da Argentina e com prólogo de Diana Assunção, dirigente do MRT.




Tópicos relacionados

Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar