Sociedade

ENCHENTES

Chuvas prejudicam milhares de pessoas em MS, PR e SP

sexta-feira 15 de janeiro de 2016| Edição do dia

A forte chuva aliada ao descaso das prefeituras com a população, provocam sérios danos aos moradores de três estados. Em SP, PR e MS, milhares de pessoas seguem desalojadas e desabrigadas, além de várias estradas fechadas, ilhando moradores, que enfrentam falta de abastecimento básico para essa população.

Em Mato Grosso do Sul, 67 mil pessoas foram prejudicadas pelas chuvas, no Paraná contabilizam 150 mil e em SP, apesar de não haver dados oficiais divulgados, a situação também é caótica, com vários municípios decretando Estado de Emergência, além de cidades como Bauru, que teve 40% de seu fornecimento de água cortado, devido à inundação de bombas de captação na região.

Independente do clima, a população pobre das cidades segue sofrendo.

Quando há seca, as prefeituras, governos estaduais e federal justificam a falta de chuva para aumentar os valores das tarifas, enquanto a população sofre com a falta de abastecimento de água.

Quando chove, a população sofre com enchentes, desabamentos, mortes e a justificativa são "as fortes chuvas", "catástrofes naturais", que "fogem do controle dos políticos" e "não há nada que fazer a não ser computar as perdas de vidas e materiais", conseguidas com muito suor.

Enquanto a politica for feita para os ricos, o lucro disfarçado de catástrofes naturais seguirá causando danos terríveis para todo o povo pobre.

É preciso desde já, um plano de obras públicas, com moradias dignas, acesso à saúde, educação e transporte de qualidade, controlado pelos trabalhadores e suas entidades e moradores das regiões atingidas, para colocar de pé uma vida digna para todos, onde pessoas valham mais que o lucro e os ganhos através da corrupção das empresas e dos governos.

Foto: Divulgação/Prefeitura Rolândia - MS




Tópicos relacionados

Sociedade

Comentários

Comentar